fbpx

Agnaldo Timóteo

Biografia

Agnaldo Timóteo Pereira, em arte mais conhecido como Agnaldo Timóteo é um cantor e político brasileiro nascido em Caratinga (MG) no dia 16 de outubro de 1936. O cantor passou toda a sua infância na sua terra natal Caratinga. Desde pequeno se interessava por música e se apresentava nos circos que passava pela cidade, surpreendendo a todos com a sua potencia vocal.

Em Caratinga conheceu o cartunista Ziraldo, seu conterrâneo.

Iniciou sua carreira cantando em programas de calouro na rádio de Caratinga, Governador Valadares e Belo Horizonte, onde se tornou conhecido como o “Cauby mineiro”. Mudou-se para o Rio de Janeiro, passando a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria. Enquanto isso, continuava sua carreira e aos poucos tornou-se conhecido nacionalmente pela sua voz. Ficou famoso ao gravar a canção Meu Grito, de Roberto Carlos. Depois disso vieram vários sucessos românticos, como Ave-Maria, Mamãe e Os Verdes Campos De Minha Terra. Gravou mais de 50 discos. Escreveu o prefácio do livro Mensagens para a vovó, de autoria de Antonio Marcos Pires, e junto com o autor participou da Bienal do Livro SP 2016 autografando este livro.

Iniciou atuação política em 1982, quando elegeu-se deputado federal no Rio de Janeiro, pelo PDT. No meio do mandato, desentendeu-se com Leonel Brizola, líder do partido, e transferiu-se para o PDS. No Colégio Eleitoral de 15 de janeiro de 1985, para escolha do presidente da República (que teve a vitória Tancredo Neves), votou em Paulo Maluf. Candidatou-se em 1986 a governador do Rio de Janeiro e foi derrotado; em 1994, reelegeu-se deputado federal.

Em 1996 foi eleito vereador na cidade do Rio de Janeiro, mas não conseguindo a reeleição em 2000. Transferiu-se para São Paulo e em 2004 foi eleito vereador pelo Partido Progressista, mas, devido a divergências com Celso Russomanno, foi para o Partido Liberal (atual Partido da República).

Defensor público de Lula, pretende filiar-se ao PT (Partido dos Trabalhadores) com o objetivo de apoiá-lo nas eleições de 2018.

Bibliografia

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.