fbpx

Aldo Bueno

Biografia

Aldo Bueno de Godoy, em arte conhecido como Aldo Bueno é, além de ator, percussionista, cantor, compositor, bailarino e mestre em capoeira brasileiro.

Começou sua carreira no teatro, em peças como A Viagem (1971), Sambão Didático (1974) e Arena Conta Zumbi (1977).

Estreou no cinema em 1973 no filme O Homem que Descobriu o nu Invisível, de Aldir M. Souza. Entre muitos outros, destacam-se Os Amantes da Chuva (1979) e Eles não Usam Black-Tie (1981).

Na televisão, participa de especiais e telenovelas como O Pivete (1974), Meu Rico Português (1975), Estúpido Cupido (1976), Jerônimo (1984), Sinhá Moça (1986) e Carandiru: Outras Histórias (2005).

Como cantor e bailarino, faz shows com Miele e puxa sambas-enredo para diversas escolas de São Paulo.

Em 1998, retornou ao cinema no filme Boleiros, Era uma Vez o Futebol, de Ugo Giorgetti.

Filmografia

1973 – O Homem que Descobriu o nu Invisível
1978 – Doramundo
1979 – Mulher, Mulher
1979 :: Os Amantes da Chuva
1980 – O Homem que Virou Suco
1981 – Eles não Usam Black-Tie
1982 – Eh Pagu, Eh! (CM)
1983 – A Próxima Vítima
1984 – Clube do Sexo
1987 – Anjos da Noite
1987 :: O País dos Tenentes
1997 – O Cangaceiro
1998 – Boleiros, Era uma Vez o Futebol
2000 – Mário
2002 – O Príncipe
2008 – Linha de Passe

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Aldo Bueno. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/aldo-bueno/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.