fbpx

Alessandro Arbex (1972-2021)

Alessandro Fernandes José Arbex, em arte conhecido como Alessandro Arbex, foi um produtor de cinema e televisão brasileiro nascido em Juiz de Fora (MG) em 1972. Graduou-se em Cinema e TV na Universidade Salgado de Oliveira de Juiz de Fora (UNIVERSO-JF) e especializou-se em Cinema, TV e Mídia Digital na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Iniciou a carreira profissional como editor de imagens, passando gradualmente para a produção e direção de imagens para eventos sociais, empresariais, além de videos institucionais e de treinamento.

No início de sua jornada como produtor audiovisual, no início dos anos 2000, sua grande experiência prática foi levar ao ar o programa Seara Espírita na antiga TV Plural. Voltado ao público espírita, o programa da A Casa do Caminho era sem fins lucrativo e sua linha editorial era atrelada à promoção dos ideais do espiritismo, valores doutrinários, cultura, cotidiano, trabalhos sociais da entidade, com matérias, entrevistas e o pronunciamento de Isabel Salomão de Campos, presidente da instituição. O programa era produzido de forma independente e exibido na gênese da TV a cabo em Juiz de Fora. No entanto, essa mesma época, a TV Plural ameaçava fechar as portas. Sem conseguir emplacar uma grade de programação com produções de outros associados, no modelo canal provedor, buscaram adotar o perfil produtor, com a tentativa de criar na sede da TV um núcleo de produção independente dos associados, com participação de profissionais e estudantes de comunicação. O programa então foi para outros canais, como Rede Minas, entre outros.

Paralelamente, resolveu apostar na sua capacitação técnica, graduando-se em Cinema e TV na UNIVERSO (Juiz de Fora) e especializou-se em Cinema, TV e Mídia Digital na UFJF.

Co-produziu e editou a cerimônia de premiação e os vídeos de cineastas homenageados das primeiras edições do Cineport – Festival de Cinema dos países da língua Portuguesa.

Apaixonado por cinema, fez um importante trabalho de restauração de fitas antigas de Humberto Mauro para o Museu Humberto Mauro, além de editar doze documentários sobre da vida do cineasta para a inauguração da instituição, em Cataguases (MG).

Foi também instrutor convidado pela Pionner Brasil na área de autoração básica e avançada de DVD em SP e RJ; palestrante convidado para o evento vídeo Solutions 2006, em São Paulo; instrutor convidado pela Impacta-SP na área de DVD básico e avançado; além de participar de eventos de cinema e publicidade como jurado convidado.

Foi sócio-proprietário da produtora Stúdio Arbex, empresa que levava sua própria denominação, sob a qual atuou até setembro de 2012. Depois, passou a produzir através da empresa Vagalume Filmes.

Ao longo de 20 anos no mercado audiovisual, Sandro Arbex atuava como produtor executivo em filmes para publicidade, televisão, cinema e web, desenvolvendo outros produtos e filmes para licenciamento. Produziu mais de 250 filmes publicitários e corporativos e conteúdo audiovisuais para cinema e televisão.

O ápice de sua carreira foi em 2016, quando assinou a produção executiva do longa-metragem Holocausto Brasileiro para a HBO Latin America, num projeto especial que levantou histórias contidas no livro-reportagem Holocausto Brasileiro, escrito por sua irmã, a premiada jornalista Daniela Arbex.

Em 2018, lançou os documentários Comissão da Verdade em Minas Gerais e Vozes da Resistência, dos quais foi produtor executivo. O primeiro, trata-se de um vídeo institucional, que mostra, de modo didático, o conceito da pesquisa e o significado de uma comissão da verdade, bem como narra o percurso da Comissão da Verdade em Minas Gerais, a partir de depoimentos inéditos de conselheiros e pesquisadores do colegiado; já o segundo, resume-se a um filme que busca revelar alguns aspectos da ditadura em Minas Gerais, produzido a partir dos testemunhos coletados pela Comissão da Verdade em Minas Gerais (COVEMG) desde 2013, quando os trabalhos de pesquisa do órgão foram iniciados, a partir de casos relatados por quem vivenciou o período. Dirigidos por Fernanda Sanglard e Victor Zaiden, ambos os curtas-metragens foram realizados através de uma coprodução entre a COVEMG e a Vagalume Filmes.

Inesperadamente, Alessandro Arbex veio a falecer no dia 25 de março de 2021, aos 49 anos, vítima de Covid-19. Estava internado, em estado grave, na UTI em Juiz de Fora (MG).

:: Filmografia como Produtor ::

2016 :: Holocausto Brasileiro
2012 :: Casa de Boneca (CM)

:: Filmografia como Produtor Executivo ::

2018 :: Comissão da Verdade em Minas Gerais (CM)
2018 :: Vozes da Resistência (CM)
2012 :: Casa de Boneca (CM)

:: Filmografia como Montador ::

2009 :: Mauro move o mundo (MM)
2008 :: Dnar – Pelos caminhos da arte
:: Receita de Agostinho para um Mundo Melhor (CM)

:: Filmografia como Diretor ::

:: Realidade Virtual (CM)
:: Cara a Cara (CM)
:: Lente da Liberdade (CM)

:: Filmografia como Roteirista ::

:: Realidade Virtual (CM)
:: Cara a Cara (CM)
:: Lente da Liberdade (CM)

:: Filmografia como Operador de Câmera ::

2008 :: Dnar – Pelos caminhos da arte

Artigos:

BELCAVELLO, Frederico. Seara Espírita: Um Resquício da TV Comunitária em Juiz de Fora. Trabalho apresentado ao GT – Audiovisual, do Inovcom. In: XIII Congresso de Ciências da
Comunicação na Região Sudeste. São Paulo – 07 a 10 de maio de 2008.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Alessandro Arbex. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/alessandro-arbex/
LINKEDIN. Alessandro Arbex. Disponível no endereço: https://www.linkedin.com/in/alessandro-arbex-49522329
VAGALUME FILMES. Disponível no endereço: http://www.vagalumefilmes.com.br

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Alessandro Arbex (1972-2021)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.