fbpx

Amor e Desamor (1966)

Sinopse

POSTER Amor e DesamorPor acaso, um homem e uma mulher se encontram numa noite, na casa dele, de madeiras e tijolos, entre árvores, fazendo contraste com o concreto, o vidro e o alumínio de Brasília. Um pouco tímido e introvertido, ele sente violenta atração pela mulher, aparentemente dominadora, tranqüila e realizada. O choque entre as duas personalidades é uma luta primitiva e refinada, violenta e covarde, onde a sensualidade é sempre presente.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Amor e Desamor que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Gerson Tavares
Argumento: Gerson Tavares, Barros, Carlos Alberto de Souza
Roteiro: Gerson Tavares
Diálogos: Gerson Tavares, Barros, Carlos Alberto de Souza
Produção: Gerson Tavares
Direção de produção: Fiorani, Mario
Assistência de produção: Torres, Alexandre; Ventura, Norberto Gil; Helena, Maria
Continuidade: Fiorani, Marylú
Direção de Fotografia: Hélio Silva
Assistência de câmera: Renato Neumann
Eletricista: Moraes, Arminio
Maquinista: Rocha, Lydio
Técnico de som: Tavares, José
Sonoplastia: Goulart; Cezar, Antonio
Montagem: Dourian, Frieda
Guarda-roupa: Elle et Lui
Cenografia: Moura, Claudio
Programação visual: Duarte, Rogerio
Cabelereiro: Figueiredo
Maquiagem: Nena
Trilha musical: Duprat, Rogério
Companhia Produtora: Cinedistri – Companhia Produtora e Distribuidora de Filmes Nacionais
Companhia Distribuidora: Cinedistri – Companhia Produtora e Distribuidora de Filmes Nacionais

Locação: Brasília

Bibliografia

Internet:

FESTIVAL DO RIO 2015. http://www.festivaldorio.com.br/

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/FI
SCP/HICB
Guia de Filmes, 03
CENS/I
Certificado de Censura Federal
Press-release, As filhas do fogo

Fontes consultadas:
Última Hora, 08.04.1966
ACPJ/I

Observações:
ACPJ/I acrescenta a Verona Filmes como companhia produtora; Mario Fiorani como gerente de produção; Alexandre Torres como asssistente de produção; Norberto G. Ventura como secretário de produção; Renato Neumann como câmera; Gianpaolo Santini em sonografia; Claudio Moura em cenografia; Nena em maquilagem; Figueiredo em penteados; em continuidade; Arminio Moraes como eletricista; Lidio G. Rocha como maquinista; Rogerio Duarte em visual.
Última Hora de 08.04.1966 informa que ”quem faz uma ponta é Oscar Niemeyer.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Amor e Desamor (1966)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.