fbpx

Ana Rosa

Biografia

Ana Rosa Guy Galego Corrêa, em arte conhecida como Ana Rosa, é uma atriz brasileira nascida em Promissão (SP) no dia 18 de junho de 1942. Com papéis marcantes tanto em telenovelas como no teatro, é recordista brasileira de novelas e minisséries. Tal fato levou a artista a entrar para o Guiness Book como a atriz com maior número de participações em telenovelas do mundo. Foram mais de 50 tramas em 50 anos de carreira.

Seus pais, Hildomar Pimenta e Jorge Galego, artistas circenses, estavam em temporada na cidade de Promissão (SP) com o Circo Novo Horizonte quando Ana nasceu. Começou, então, sua carreira, como trapezista e especializando-se em danças espanholas, com pleno domínio da castanhola.

Em 1958, aos 16 anos de idade, casou-se com Dedé Santana, pai de sua primeira filha, Maria Leoni. Com Dedé, Ana teve mais um filho, Maurício, mas este morreu de leucemia em 1961. O casal se separou em 1962. Já em São Paulo, começou carreira de dançarina no teatro.

Estreou na televisão em 1964, dando vida à personagem Esmeralda, da novela Alma Cigana, na extinta TV Tupi, na qual pôde mostrar seus dotes de dançarina de flamenco e castanhola.

Em 1965, estreou no cinema no filme Quatro Brasileiros em Paris, mas dedicou sua carreira a partir daí quase sempre à televisão.

Na TV Globo participou de Mulheres de Areia (1973), A Viagem (1975), Destino (1982), Brega & Chique (1987), Riacho Doce (1990), Tropicaliente (1994), O Rei do Gado (1996), Suave Veneno (1999), Aquarela do Brasil (2000), Um Anjo Caiu do Céu (2001), O Beijo do Vampiro (2002), Agora É que São Elas (2003), Kubanacan (2003) e Senhora do Destino (2004).

Em 2004, lançou o livro Essa Louca televisão e sua Gente Maravilhosa.

Em 2007, retornou ao cinema, 35 anos depois, para participar do filme O Signo da Cidade (2007), de Carlos Alberto Riccelli e outros dois, com temática espírita, Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito (2008) e Chico Xavier (2010).

Contratada pela TV Record, atuou em três novelas Essas Mulheres (2005), Bicho do Mato (2007) e Caminhos do Coração (2007). De volta à TV Globo, entra para o elenco de Três Irmãs (2009).

Foi casada por trinta anos com o ator gaúcho Guilherme Corrêa, falecido em 2006, e com ele teve duas filhas, Ana Luíza (1976), falecida num acidente de automóvel, e Ana Beatriz (1981). A perda de mais um filho levou Ana Rosa à espiritualidade, como adepta da doutrina espírita.

Seus papéis mais recentes na televisão foram na trama das nove da Rede Globo, A Lei do Amor, e na minisérie A Fórmula.

Filmografia

2012 :: E a Vida Continua …. Lucinda
2011 :: O Filme dos Espíritos …. Gabi
2010 :: Nosso Lar …. Laura
2010 :: Chico Xavier
2008 :: Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito
2007 :: O Signo da Cidade
1972 :: Quatro Pistoleiros em Fúria
1971 :: Diabólicos Herdeiros
1968 :: O Pequeno Mundo de Marcos
1965 :: Quatro Brasileiros em Paris

Bibliografia

Livros:

. Essa Louca televisão e sua Gente Maravilhosa. : , 2004.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Ana Rosa. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/ana-rosa/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.