fbpx

Andrade Júnior

Biografia

Andrade Júnior é um ator brasileiro nascido em Fortaleza (CE) em 1946.

Mudou-se para Sobradinho no final dos anos 1950, quando a nova capital do Brasil estava sendo construída. Trabalhou na obra e faz parte dos primeiros grupos de teatro da cidade em 1963.

A partir dos anos 1970 no cinema, atuou em muitos filmes, entre curta e longa-metragem, com destaque para A Terceira Margem do Rio (1995), Condenado à Liberdade (2001), Síndrome de Pinocchio – Refluxo (2008), etc.

No teatro, brilhou em Abajur Lilás, de Plínio Marcos, direção de Tomaz Coelho. Pela TV Brasiliense, participou em 2003 da novela Terra Prometida – Um Tributo a JK, como o vilão Archimedes.

Profissional bemsucedido na área de fotografia e figura emblemática da cena cultural brasiliense, é um dos mais veteranos atores da cidade.

Filmografia

2009 :: Jardim Japonês (CM)
2009 :: Galinha Preta
2009 :: Nada Consta 2: Malditos Robôs
2009 :: Medo do Escuro (CM)
2009 :: A Gruta
2009 :: A Incomunicabilidade Humana Segundo Tarkowski (CM)
2009 :: Ana Beatriz
2009 :: Bibliofagia (CM)
2008 :: Síndrome de Pinocchio – Refluxo
2007 :: Dez Reais (CM)
2007 :: Nada Consta (CM)
2005 :: Celeste & Estrela
2005 :: Dois Filhos de Francisco
2003 :: Faça o Bem sem Olhar a Quem
2000 :: A Dança da Espera (CM)
2000 :: Condenado à Liberdade
1999 :: Tepê (CM)
1999 :: No Coração dos Deuses
1995 :: Louco por Cinema
1994 :: A Terceira Margem do Rio
1992 :: Defunto Vivo (CM)
1989 :: Césio 137, Pesadelo em Goiânia
1970 :: Vestibular 70 (CM)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Andrade Júnior. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/andrade-junior/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.