fbpx

André Setaro (19-2014)

Biografia

FOTO Andre SetaroAndré Setaro foi um Autor, Crítico e Professor de Cinema brasileiro nascido na cidade do Rio de Janeiro.

Crítico de cinema do jornal Tribuna da Bahia desde agosto 1974, pesquisador, professor de Cinema da Faculdade de Comunicação da UFBA e autor de Escritos sobre Cinema: trilogia de um tempo crítico e de verbetes da Enciclopédia do Cinema Brasileiro, Setaro se formou em Direito na Universidade Federal da Bahia. Professor adjunto da Faculdade da Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Ufba) por 35 anos, Setaro era também crítico de cinema do jornal Tribuna da Bahia, uma coluna no Terra Magazine e editor do seu famoso seu Setaro’s Blog.

Fundador do Clube de Cinema, em 1950, o advogado e ensaísta Walter da Silveira iniciou a formação de uma cultura cinematográfica na Bahia, irradiada pelas sessões do Cine Guarany, onde fazia romaria o jovem Glauber Rocha. A partir da década de 1970, André Setaro passou a cumprir essa missão, desta vez como solitário herdeiro da responsabilidade humana e social da crítica, defendida por Walter da Silveira. Ele superou o mestre no conhecimento da linguagem cinematográfica, da estética, da montagem, do “específico filmíco”: a sintaxe que move o cinema e o autonomiza diante de outras artes, a manipulação humana capaz de tornar Lillian Gish (a atriz dos filmes de D.W. Griffith) em algo mais que o regador dos irmãos Lumière.

Faleceu repentinamente, no dia 09 de julho de 2014, vítima de infarto.

Livros Publicados

Livros:

SETARO, André. Escritos sobre Cinema: trilogia de um tempo crítico. : , .

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.