fbpx

Antônio Leão da Silva Neto (1957-2020)

Antonio Leão da Silva Neto foi um pesquisador e escritor brasileiro nascido na cidade de São Paulo (SP) em 1957. Formado em Economia pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo, com pós-graduação em Administração Financeira e Recursos Humanos, sempre atuou na iniciativa privada em cargos executivos.

Como grande apaixonado por cinema, principalmente o brasileiro, e percebendo uma grande lacuna no nosso mercado editorial nessa área, dedicou boa parte de sua vida a pesquisas direcionadas ao resgate da memória cinematográfica nacional.

Era apaixonado por cinema desde criança, quando começou a frequentar os cinemas do bairro do Ipiranga e, em particular, as cabines dos cinemas do bairro. Curioso, observava um dos muitos Totós espalhados pelo Brasil, maravilhado com aquela enorme máquina que projetava imagens e sonhos. Construiu seus primeiros projetores com caixa de papelão e lentes de óculos velhos. Depois conseguiu um Barlanzinho, sua primeira vitória, e finalmente, aos 12 anos, ganhou do pai um projetor alemão 16mm mudo, comprado a peso de ouro, quando começou a colecionar filmes de cinema.

Primeiro pedaços, fotogramas, trechos e depois filmes completos, sendo hoje detentor de um grande acervo nessa bitola. Interessou-se pelo Cinema Brasileiro também muito jovem, sendo um grande defensor dos nossos cineastas, astros e técnicos, através de artigos publicados nos jornais O Grito (bairro do Ipiranga, São Paulo), JOB (bairro Assunção, no ABC paulista) e outros.

Seu interesse por cinema brasileiro teve início nos anos 1960, vendo a série Vigilante Rodoviário e filmes de Mazzaropi. No final dos anos 1960, passou a colecionar filmes na bitola 16 mm. Nos anos 70/80, Antônio Leão da Silva Neto passa a freqüentar o Cine Clube Ipiranga.

Fundou, em 1992, com Archimedes Lombardi, a Associação Brasileira de Colecionadores de Filmes em 16mm, entidade que reúne colecionadores de todo o Brasil, com a finalidade de catalogar, preservar e exibir filmes raros, em sessões gratuitas no auditório da Biblioteca Municipal do Ipiranga, hoje Biblioteca Temática Roberto Santos, em São Paulo, onde, ao longo de dez anos, foram exibidos mais de 500 filmes raros, produções fora de circulação.

Nos anos 1990, passou a catalogar atores e filmes brasileiros em fichas tipográficas feitas especialmente para essa finalidade. Esse arquivo origina, depois de cinco anos de pesquisas, em 1998, o livro Astros e Estrelas do Cinema Brasileiro: dicionário de atrizes e atores, dicionário inédito com 1.400 biografias de artistas brasileiros, hoje utilizado frequentemente como fonte de referência obrigatória em bibliotecas, escolas, redações de jornais e revistas, emissoras de rádio e televisão, por profissionais da área e pelo público interessado em geral.

Em 2002, Antônio Leão da Silva Neto concluiu as pesquisas de seu segundo livro, Dicionário de Filmes Brasileiros, que lista toda a produção nacional de longametragem desde 1908.

No ano de 2006, concluiu e lançou seu mais ousado projeto, Dicionário de Filmes Brasileiros: Curta e Média-metragens, que lista toda a produção nacional nessas categorias desde o ano de 1897, conseguindo cadastrar mais de 18 mil filmes brasileiros com até 60 minutos de duração, livro produzido com seus próprios recursos.

Pela Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, lançou, em 2006, Ary Fernandes: sua fascinante história e, em 2008, Miguel Borges: um Lobisomem sai da Sombra, livros que contam a vida e obra de dois grandes cineastas brasileiros.

Em 2009/2010, lançou a edições atualizadas, ampliadas e revisadas do já consagrado Dicionário de Filmes Brasileiros: longa-metragem, de 2002; e, em 2010, finalmente atualizou seu primeiro livro, Astros e Estrelas do Cinema Brasileiro, muito aguardado por leitores e fãs dos astros brasileiros.

Em 2010/11, no intuito de continuar seu trabalho de pesquisa e aprimorar seus conhecimentos, lançou o livro Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro, em pesquisa inédita.

Em 2019, de forma independente, escreveu a Enciclopédia Mazzaropi de Cinema, em que catalogou todos os profissionais que trabalharam com o comediante Amácio Mazzaropi.

Antonio Leão da Silva Neto, um dos maiores escritores sobre a memória do cinema brasileiro, faleceu aos 63 anos de idade, no dia 18 de novembro de 2020, vítima de câncer. Era casado com Sonia Prado e tinha três filho.

Seus livros tornaram-se fonte de referência obrigatória para bibliotecas, escolas, redações de jornais e revistas, emissoras de rádio e televisão. Frequentemente, seus livros são utilizados por profissionais da área e o público interessado em geral.

Livros:

SILVA NETO, Antônio Leão da. Ary Fernandes: sua fascinante história. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008.
______. Astros e Estrelas do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.
______. Astros e Estrelas do Cinema Brasileiro: dicionário de atrizes e atores. São Paulo: Ed. do Autor / Fundação Nestlé de Cultura, 1998.
______. Dicionário de Filmes Brasileiros: curta e média-metragem. São Paulo: IBAC, 2011.
______. Dicionário de Filmes Brasileiros: curta e média-metragem. São Paulo: Ed. do Autor, 2006.
______. Dicionário de Filmes Brasileiros: longa-metragem. São Paulo, Ed. do Autor, 2002.
______. Dicionário de Filmes Brasileiros: longa-metragem. São Paulo:, 2009.
______. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.
______. Enciclopédia Mazzaropi de Cinema. : , 2019.
______. Miguel Borges: um Lobisomem sai da Sombra. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.

Internet:

GIMENES, Miriam. Pesquisador de cinema e escritor Antonio Leão, de São Bernardo, morre aos 63 anos. Disponível no endereço: https://www.dgabc.com.br/Noticia/3635441/pesquisador-e-escritor-antonio-leao-de-sao-bernardo-morre-aos-63-anos
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Antônio Leão da Silva Neto. Disponível no endereço: https://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/antonio-leao-da-silva-neto/
MEMÓRIAS CINEMATOGRÁFICAS. Morre Antonio Leão da Silva Neto, incansável pesquisador do Cinema Brasileiro. Disponível no endereço: https://www.memoriascinematograficas.com.br/2020/11/morre-antonio-leao-da-silva-neto.html

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]