fbpx

Antônio Moreno

Biografia

Antônio do Nascimento Moreno, em arte mais conhecido como Antônio Moreno, é um cineasta, roteirista, pesquisador e professor universitário brasileiro. Em 1979, graduou-se em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo e, em 1977, Cinema pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Em 1982, fez especialização em Animação, na Zagreb Film, na Croácia. Em 1995, concluiu a titulação em Mestre em Artes pela Universidade Estadual de Campinas (defendendo a dissertação: A Personagem Homossexual no Cinema Brasileiro) e, em 2001, Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP) (com a Tese: Cinema, Ideologia e Infância, a recepção das ideologias em filmes espanhóis de crianças e com crianças, 1953-1975).

Foi Vice-Presidente do FORCINE – Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (entre 2003-2007) e, desde 1983, é Professor Associado do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense e do Curso de Pós-Graduação em Ciência da Arte (entre 2007-2011) da UFF.

Atua nas áreas de Cinema e Jornalismo e tem livros publicados sobre Cinema. Experiência nas áreas de Artes, Cinema e Audiovisual, atuando nos campos de Realização/Produção, Ensino e Pesquisa em temas como: Teoria, História, Técnicas e Gêneros Cinematográficos/Audiovisuais, Cinema de Animação, Cinema Brasileiro, Comportamento Social no Cinema/Audiovisual e nas Mídias, Análise e Crítica Cinematográfica.

Para conhecer mais sobre Antônio Moreno você pode acessar seu Curriculum Vitae na Plataforma Lattes aqui.

Filmografia

:: Filmografia como Direção ::

2013 :: O PLANETA DE STIL, Antônio Moreno e Jansen Raveira, 19?35?
2008 :: Viva Bigode, Uma Conversa Informal com Luiz Carlos Lacerda (co-direção com Tatiana Xerez) (VT)
1993 :: DE ONDE VEM ESSE GAROTO?
1993 :: A FOME DEFORMA, filmet campanha, animação e direção
1988 :: O OLHO AMARELO DO TIGRE
1985 :: PLANETA TERRA, animação coletiva
1984 :: ECLIPSE, Direção e Animação
1981 :: OXUMARÊ, SERPENTE E ARCO-ÍRIS, 1981/84, curta
1980 :: VÃO-SE OS PAIS, FICAM OS FILHOS, curta, Direção e Animação
1979 :: AS DESVENTURAS DE COCO BANANA, Direção e Animação
1976 :: VERDES OU FAVOR NÃO COMER A GRAMA, Direção e Animação
1975 :: ÍCARO E O LABIRINTO, curta Direção e Animação
1974 :: REFLEXOS (co-direção STIL) e animação
1973 :: REFLEXÕES OU DIVAGAÇÕES SOBRE UM PONTO DUVIDOSO, Direção e Animação
1972 :: A RAPOSA E O PASSARINHO, Direção e Animação

:: Filmografia como Roteiro ::

1993 :: DE ONDE VEM ESSE GAROTO?
1988 :: O OLHO AMARELO DO TIGRE
1981 :: OXUMARÊ, SERPENTE E ARCO-ÍRIS, 1981/84, curta

:: Filmografia como Ass. Direção ::

1983 :: AMOR MALDITO, de Adélia Sampaio
1976 :: IBRAHIM DO SUBÚRBIO, de Cecil Thiré
1976 :: EU, ELA, QUEM?, de Luiz de Barros

:: Filmografia como Ass. de Montagem ::

1992 :: O CANTO DA TERRA, longa de Paulo Rufino
1974 :: A ESTRELA SOBE, de Bruno Barreto
1973 :: AINDA AGARRO ESSA VIZINHA, de Pedro Rovai

:: Filmografia como Continuista ::

1977 :: COSTINHA e o KING MONG, de Alcino Diniz

Publicações

Livros:

MORENO, Antônio. A personagem homossexual no Cinema Brasileiro. Niterói: EDUFF, 2001.
MORENO, Antônio. Cinema Brasileiro: história e relações com o Estado. Niterói: EDUFF/CEGRAF, 1994. 294p.
MORENO, Antônio. A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA NO CINEMA DE ANIMAÇÃO. Rio de Janeiro: Artenova/Embrafilme, 1978. 127p.
MORENO, Antônio. O FILHO DO CÉREBRO. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, 1973. 118p.

Bibliografia

Livros:

MORENO, Antônio. O Filme de Gênero em Como Esquecer. In: . BRAGANÇA, Maurício; TEDESCO, Marina Cavalcanti. (Org.). Corpos em Projeção, gênero e sexualidade no cinema latino-americano. Rio de Janeiro: Editora 7Letras, 2013. – 153-169p.
MORENO, Antônio. HISTÓRIA DO CINEMA DE ANIMAÇÃO BRASILEIRO. In: Antonio Rebouças Falcão; Cristina Bruzzo. (Org.). LIÇÕES COM CINEMA VOLUME 4. São Paulo: FDE-Fundação Para o Desenvolvimento da Educação, 1996, v. 4, p. 89-115.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Antônio Moreno. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/antonio-moreno/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.