fbpx

Antônio Petrin

Antônio Petrin é um ator brasileiro nascido na cidade de Laranjal Paulista (SP) no dia 20 de junho de 1938.

Ainda criança foi morar em Santo André. Na igreja do seu bairro, Parque das Nações, dirigida por padres italianos da Ordem Terceira Franciscana, começou a ter contato com o teatro, participando de várias encenações de peças religiosas e comédias de costumes. Estudou desenho industrial, profissão que exerceu até terminar a Escola de Arte Dramática (EAD).

Após se formar, a convite do dramaturgo Jorge Andrade foi lecionar teatro no Serviço de Ensino Vocacional, e paralelamente começou sua carreira de ator profissional. Até a presente data participou de 42 peças teatrais como ator; dirigiu 12 espetáculos teatrais; atuou em 35 programas entre telenovelas e especiais para a televisão e em 12 filmes nacionais. Foi indicado para os mais importantes prêmios como melhor ator, tendo ganho o Prêmio APETESP no ano de 1983 com a peça Ganhar ou Ganhar (Gim Game) e em 1991 o Prêmio Manchete pela novela Pantanal.

No cinema, trabalho com diretores como Eduardo Escorel (em Ato de Violência); Maurice Capovilla (em O Jogo da Vida); Sílvio de Abreu (em A Árvore dos Sexos); João Batista De Andrade (em O País dos Tenentes e Veias & vinhos); André Sturm (em Bodas de papel); Hector Babenco (em O beijo da mulher aranha; Ivan Cardoso e John Herbert (em Os bons tempos voltaram: vamos gozar outra vez); José Joffily (em Quem Matou Pixote?); José Zaragoza (em Até que a vida nos separe; Marcos Ambiel (em O sonho no coração do abacate); Tata Amaral (em Através da Janela); André Sturm (em Sonhos Tropicais); e Caio Vecchio.

Filmografia

2017 :: Histórias & Estórias
2017 :: Divórcio
2011 :: A Hora e a Vez de Augusto Matraga …. Tio Ofeliano
2011 :: Bróder
2010 :: Um Homem Qualquer
2008 :: Plastic City (Cidade de Plástico)
2007 :: Corpo
2005 :: Bodas de papel
2004 :: Veias e vinhos
2003 :: As Alegres Comadres
2001 :: Sonhos Tropicais
1999 :: Até que a Vida nos Separe
1998 :: Através da Janela
1998 :: O sonho no coração do abacate
1996 :: Quem Matou Pixote?
1989 :: Lua Cheia …. Ministro
1987 :: O País dos Tenentes
1985 :: Os bons tempos voltaram: vamos gozar outra vez
1983 :: O beijo da mulher aranha
1981 :: Eles não usam Black-Tie …. Companheiro do Sindicato
1980 :: Ato de Violência
1977 :: A Árvore dos Sexos
1976 :: O Jogo da Vida

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

MARGARIDO, Orlando. Antônio Petrin: ser ator. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, .

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Antônio Petrin. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/antonio-petrin/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Antônio Petrin

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.