fbpx

Ariel Coelho (1951-1999)

Ariel da Silva Coelho, em arte conhecido como Ariel Coelho, foi um ator brasileiro nascido em Curitiba (PR) no dia 10 de janeiro de 1951.

Passou sua infância residindo em frente a um velho depósito de munições. Olhava para ele todo dia e pensava que o casarão daria um bom local de espetáculos. Anos depois o depósito transformou-se no Teatro Paiol.

Começou sua carreira no teatro, em 1969, na peça A Semana, de Denise Stoklos, dirigida por Ary Pararraios. Por dez anos, dedicou-se quase que totalmente ao teatro, em peças como O Julgamento, O Esperado, Os Médiuns e O Tempo, todas entre 1971 e 1973, sob a direção de Wilson Rio Apa. Depois vieram O Elevador, direção de Eloá Teixeira; Ricardo III, direção de Antunes Filho; Locomoc e Milipilli, direção de Wolfgang Kolneder; Bom-Bom, Viagem de um Barquinho, Hoje é dia de Rock, A Dama de Copas e o Rei de Cubas, Pano de Boca, estas dirigidas por Antonio Carlos Kraide.

Em 1979, levou para o Rio de Janeiro a peça Curitiba Velha de Guerra, de Antonio Carlos Kraide, e por lá resolveu ficar. Por sua atuação nessa peça, ganhou o Prêmio Gralha Azul de Melhor Ator do Ano. Participou de dezenas de montagens como O Mistério Bufo, dirigida por Buza Ferraz, e O Reverso da Psicanálise, dirigida de Marília Pera.

Estreou na televisão em 1981, em um episódio da série Amizade Colorida. Depois, construiu sua carreira televisiva alternando participações no elenco de novelas e programas humorísticos.

Em 1985, o cineasta inglês John Boorman o escolheu para fazer um padre que aparecia com destaque (inclusive alguns diálogos) em três sequencias de The Emerald Forest (A Floresta de Esmeraldas).

Em 1987, Paul Mazursky o colocou como um dos músicos da banda que aparece em sequencia de Moon Over Parador (Luar sobre Parador), rodado em Ouro Preto.

No cinema, o ator também participou de filmes como Índia, a Filha do Sol (1982); Um Sedutor Fora de Série (1983); O Cavalinho Azul (1984); Brás Cubas (1985); Urubus e Papagaios (1985); Where the River Runs Black (1986); As Sete Vampiras (1986); Por Incrível que Pareça (1986); Sexo Frágil; Eternamente Pagu; The Fifth Monkey (O Quinto Macaco) (1990) e Policarpo Quaresma, Herói do Brasil.

Em sua carreira na teledramaturgia, destacam-se atuações nas novelas O Amor é Nosso (1981), Parabéns pra Você (1981), A Marquesa de Santos (1984), Tudo em Cima (1985), Tudo ou Nada (1986), Corpo Santo (1987), Sassaricando (1987), Floradas na Serra (1991), O Fantasma da Ópera (1991), Incidente em Antares (1994), Engraçadinha, seus Amores e seus Pecados (1995), Decadência (1995), O Fim do Mundo (1996), Salsa & Merengue (1996) e em programas como Você Decide (1998) e séries como Malhação (1998) e Chiquinha Gonzaga (1999), seu último trabalho.

Ariel Coelho faleceu em 28 de junho de 1999, aos 48 anos de idade, de infecção generalizada, no Rio de Janeiro. Lutava contra um câncer no fígado.

Filmografia

1998 :: Policarpo Quaresma, Herói do Brasil
1990 :: The Fifth Monkey (O Quinto Macaco) (EUA)
1988 :: Eternamente Pagu
1988 :: Moon Over Parador (Luar sobre Parador) (EUA)
1987 :: Sexo Frágil
1986 :: As Sete Vampiras
1986 :: Where the River Runs Black (Selva Viva) (EUA)
1985 :: Por Incrível que Pareça
1985 :: Urubus e Papagaios
1985 :: Brás Cubas
1985 :: The Emerald Forest (A Floresta de Esmeraldas) (EUA)
1984 :: O Cavalinho Azul
1983 :: Um Sedutor Fora de Série
1982 :: Índia, a Filha do Sol

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Ariel Coelho. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/ariel-coelho/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Ariel Coelho (1951-1999)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.