fbpx

Ary Severo (1903-1994)

Biografia

Luiz de França da Rosa Torreão, em arte mais conhecido como Ary Severo, é um cineasta, diretor de fotografia e produtor brasileiro nascido em Recife (PE) em 28 de dezembro de 1903. Figura de destaque no Ciclo do Recife dos anos 1920.

Com Gentil Roiz e Edson Chagas, fundou a Aurora Filme. Seu primeiro filme foi Recife no Centenário da Confederação do Equador, de 1924, um curta-metragem. Em 1925, filmou seu primeiro longa, o drama rural Jurando Vingar. Seu mais ambicioso projeto viria na sequência, refilmar Aitaré da Praia (1927), aproveitando partes já filmadas da versão anterior, de 1925.

Seu último filme data de 1930, O Destino das Rosas. Tenta uma volta em 1954, mas seu projeto Rio da Lua fica inacabado.

Morre em 1994, aos 91 anos de idade. Foi casado com a atriz Almeri Esteves, estrela do ciclo.

Filmografia

Filmografia: 1924 – Recife no Centenário da Confederação do Equador (CM) (dir, fot); 1925 – Aitaré da Praia (dir); Jurando Vingar (dir); 1926 – Herói do Século XX (CM) (dir); 1927 – Aitaré da Praia (codir. Jota Soares e Luiz Maranhão); Dança, Amor e Ventura (dir); 1930 – Mercador de Corações (dir) (codir. Luiz Maranhão); Romance de Linda (dir); O Destino das Rosas (dir, fot) (cofot. Raul Valença); 1954 – Rio da Lua (dir) (inacabado).

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.