fbpx

As secretárias… que fazem de tudo (1975)

Sinopse

O filme longa-metragem que possui três episódios: A MOÇA QUE VEIO PARA SERVIR CAFÉ; FAZER O QUÊ EM PARIS; AVANTE C.C.S.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de As secretárias… que fazem de tudo (1975) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Alberto Pieralisi
Argumento: Marcos Rey
Roteiro: Alberto Pieralisi e Marcos Rey
Estória: Marcos Rey
Produção: Nascimento, Décio Garcia; Bueno, Lincoln Lafayete da Silveira
Assistência de produção: Nascimento, Magali
Gerente de produção: Jakoska, Tony
Motorista: Rischiliani, Alfio; Sampaio, Jorge; Lopes, Sebastião
Assistência de direção: Andrade, Mario Jorge de
Continuidade: Linemberb, Claudia B.
Direção de fotografia: Rosa, José
Assistência de câmera: Rosa, Edson dos Santos
Eletricista: Kopchak, Pedro; Silva, Edgar Ferreira da
Maquinista: Souza, Luiz Munhoz de
Montagem: Ismar Porto
Guarda-roupa: Wiezzell, Leny
Contra-regra/acessórios de cenografia: José, Edson Mauricio; Viana, Luis Carlos
Cabelereiro: Giglioti, Cecílio
Maquiagem: Marcílio, Gilberto
Música: Silva, Laerte
Companhia produtora: Phoenix
Companhias produtoras associadas: Atlântida Cinematográfica S.A.
Companhias distribuidoras: U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira S.A.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 55/56/57

Fontes consultadas:
ACPJ/II
MA/CFCCM
O Estado de S. Paulo, 14.09.1975

Observações:
ACPJ/II informa que o filme foi rodado no Guarujá e acrescenta ainda a Atlântida S.A. e e como produtores.
MA/CFCCM informa a renda de Cr$ 3.547.728,70 e o número de 738.111 espectadores.
O Estado de S. Paulo de 14.09.1975 acrescenta a Cinesdistri na distribuição; como câmera e Magaly Nascimento na direção artística.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.