fbpx

Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou (2019)

Filme pessoal, lírico, que tem o cineasta como personagem central. Documentário dirigido por Bárbara Paz dedicado ao trabalho, criatividade, poesia e vida do diretor Hector Babenco, seu falecido marido. O documentário traça um paralelo entre a arte e a doença do cineasta. O filme revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre o vigor intelectual e a fragilidade física que marcou sua vida.

O diretor, que nasceu na Argentina e se naturalizou brasileiro, faleceu em 2016, aos 70 anos, vítima de câncer. Foi casado com a atriz e diretora Bárbara Paz de 2010 até sua morte.

Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou é uma realização de HB Filmes, em co-produção com a Globo News, Globo Filmes e Canal Brasil.

O filme foi selecionado para a mostra Venice Classics, que reúne filmes sobre cinema ou autores da área, e conquistou o Bisato D’Oro, prêmio da crítica independente, no 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza. O júri justificou a escolha em um comunicado, elogiando o documentário porque o cinema está filmando a memória, porque o cinema está contando a história daqueles que vivem, daqueles que viveram, porque o cinema está comemorando o amor, porque o cinema é amor.

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Bárbara Paz
Roteiro: Maria Camargo e Bárbara Paz
Produção: Bárbara Paz, Myra Babenco), Caio Gullane e Fabiano Gullane
Direção de Fotografia: Stefan Ciupek, Carolina Costa e Bárbara Paz
Montagem: Cao Guimarães
Production Designer: Lara Tauzs
Som: Miriam Bidermam, abc e Rodrigo Ferrante
Música: O Grivo
Empresa Produtora: HB Filmes
Co-produção: Gullane | Ava Filmes | Lusco Fusco | Globo News | Globo Filmes | Canal Brasil

Brasil | cor | Doc | 75 min. | 2019

Livros:

Internet:

ESTADÃO. Disponível no endereço: https://cultura.estadao.com.br/noticias/cinema,barbara-paz-relembra-hector-babenco-em-livro-e-filme-selecionado-para-veneza,70002939082
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/babenco-alguem-tem-que-ouvir-o-coracao-e-dizer-parou/
JORNAL DO BRASIL. Filme de Bárbara Paz sobre Babenco ganha prêmio no Festival de Veneza. Disponível no endereço: https://www.jb.com.br/cadernob/2019/09/1015879-filme-de-barbara-paz-sobre-babenco-ganha-premio-no-festival-de-veneza.html. Acesso em: 06 de setembro de 2019.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.