fbpx

Baleia a óleo (2016)

Trailer

Sinopse

Poucos sabem que o Rio de Janeiro foi um importante núcleo baleeiro do Brasil. Durante séculos, aqui aportavam barcos com os mamíferos capturados para serem retalhados. Aproveitava-se quase tudo, principalmente o óleo que abastecia os lampiões das ruas e servia de argamassa para erguer paredes. Essa pesca predatória exterminou as espécies que frequentavam a Baía de Guanabara.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Baleia a óleo (2016) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Lísia Palombini
Roteiro: Lísia Palombini
Produção: Lísia Palombini
Fotografia: TUNA MAYER e LEO BANDEIRA​
Montagem: TUNA MAYER e LEO BANDEIRA​
Empresa Produtora: BUENAS PRODUÇÕES

Brasil | Documentário | Cor | DCP | 14 min. | 2016

Bibliografia

Livros:

Internet:

FESTIVAL DO RIO 2016. Baleia a óleo. Disponível no endereço: http://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/baleia-a-oleo
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Baleia a óleo. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/baleia-a-oleo/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.