fbpx

Bárbara Bruno

Bárbara Janette Xavier Miessa Goulart, em arte conhecida como Bárbara Bruno, é uma atriz brasileira nascida no Rio de Janeiro (RJ) no dia 04 de julho de 1956. É filha dos atores Paulo Goulart e Nicette Bruno.

Estreou no teatro na peça Tome Conta de Amelie, direção de Antunes Filho, contracenando com Maria Della Costa. Ao longo de sua longa carreira, escolhe o teatro como ofício, sendo raras suas aparições no cinema ou na televisão. Entre dezenas de peças, destacam-se inicialmente como atriz: O Martelo, Laços Eternos, Crimes Delicados, Sábado, Domingo e Segunda, etc., depois como produtora e diretora em Camões; Poe, a Inveja dos Anjos, Cães Oeste, Meu Tio, o Lauretê, Aviso Prévio, entre outras.

Na televisão, estreia em 1972 em Camomila e Bem-me-Quer, pela TV Tupi, em direção de Carlos Zara. Ainda na Tupi faria Divinas & Maravilhosas (1973), Papai Coração (1976) e Salário Mínimo (1978). Em 1981 vai para a TV Globo participar da minissérie Terras do Sem-Fim, como Olga, da novela Paraíso (1982) e das minisséries O Tempo e o Vento (1985) e Flora Encantada (1999). Pela TV Record atua em Cidadão Brasileiro (2006), como Cleonice Sales Jordão; e pelo SBT, Maria Esperança (2007), no papel de Eugênia Albuquerque.

Nos últimos anos, tem se dedicado a administração do Teatro Paiol. Em 2008/2009, atuou na peça Motel Paradiso.

Tem três filhos, Vanessa Goulart, também atriz; Eduardo e Leonardo, e uma neta, Bruna, filha de Leonardo. Está casada com o escritor Lauro César Muniz.

2006 :: Espeto (CM)

1989 :: Nove Meses, como Viver Essa Emoção

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. . Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Bárbara Bruno

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.