fbpx

Barra 68 – Sem perder a ternura (2000)

Sinopse

POSTER Barra 68A invasão da Universidade de Brasília por tropas militares em 1968. A prisão de 500 estudantes, a violência contra parlamentares e outras ocorrências, culminando com a promulgação do AI-5 e o fechamento do Congresso Nacional.

A luta de Darcy Ribeiro no início dos anos 60 para criar e implantar a Universidade de Brasília. E as repetidas agressões sofridas pela UNB, desde o golpe militar de 64 até os acontecimentos de 1968, quando foram detidos numa quadra de esportes no campus cerca de 500 estudantes. A crise culminaria com o Ato Institucional nº 5, o AI-5, e o Ato Suplementar nº 38, este último pondo o Congresso Nacional em recesso indefinidamente.

Elenco

Vladimir Carvalho
Jean-Claude Bernardet
Hermano Penna
Darcy Ribeiro
Souza, Paulo Renato de
Guimarães, Isaura Botelho
Miranda, Ana
Niemeyer, Oscar
Diegues, Carlos
Chaves, Xico
Salmeron, Roberto
Léaud, Pierre
Freire, Miguel
Caldas, Manfredo
Maia, Tancredo
Alves, Waldemar
Rosa, Maria
Azevedo, José Carlos

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Lua em Sagitário (2016) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Vladimir Carvalho
Assistência de direção: Sodré, Eduardo
Roteiro: Vladimir Carvalho
Pesquisa: Vladimir Carvalho
Direção de produção: Caldas, Manfredo
Direção de fotografia: Cunha, André Luís; Cheuiche, Jacques; Coutinho, Marcelo
Câmera: Cunha, André Luís; Coutinho, Marcelo; Cheuiche, Jacques
Fotografia de cena: Carvalho, Walter
Fotografia adicional: Carvalho, Walter
Técnico de som: Bororo, Chico; Seabra, Paulo; Capelle, Ivan
Montagem: Caldas, Manfredo e Vladimir Carvalho
Montagem de som: Carvalho, Roberto
Trilha musical: Vinícius, Marcos
Companhia(s) produtora(s): Folkino Produções Audiovisuais
Companhia(s) distribuidora(s): Riofilme
Financimento/patrocínio: Riofilme; Projeto Rumos Cinema e Vídeo do Itaú Cultural

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Riofilme/site
É TUDO VERDADE/6
O Estado de S. Paulo, 03.10.2000
FBR/33
ALSN/DFB-LM

Observações:
O Jornal O Estado de S. Paulo informa que os fotógrafos André Luiz Cunha; Jacques Cheuiche e Marcelo Coutinho, trabalharam respectivamente nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.
ALSN/DFB-LM grafa: André Luiz da Cunha (diretor de fotografia). Informa ainda: “música: Marcus Vinicius e Luiz Marçal.
É TUDO VERDADE VERDADE/6 apresenta o título também em inglês 1968 – WITHOUT LOSING TENDERNESS.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.