fbpx

Barro Humano (1929)

Sinopse

Um jovem belo, rico, satisfeito nos seus mais absurdos desejos. Junto a ele agitam-se três figuras de mulher. Uma inspira-lhe amor; outra concita-o ao pecado, e a terceira, desiludida em seu triste amor, nem chega a ambicionar um beijo. Qual delas seria correspondida? Um drama inteiro da vida de todos os dias. Um drama de criaturas reais, que amam, odeiam, pecam e se arrependem.

Elenco

Gracia Morena (Vera)
Lelita Rosa (Gilda)
Eva Schnoor (Helena)
Eva Nil (Diva)
Carlos Modesto (Mário)
Martha Torá (Emília mãe)
Luíza del Valle (Linguaruda D. Chincha – Zeferina)
Oli Mar.(Juquinha)
Lia Renée (Lia a menininha)
Carmem Violeta (Dançarina de tango)
Gina Cavalieri
Manoel Ferreira de Araújo
Esperança de Barros
Teófilo Luciano da Silva
Brutus Pedreira
Adhemar Gonzaga
Pedro Lima
Paulo Morano
Estella Mar
Oly Mar
Martha Torá
Raul Schnoor
Salim Fuad Nacif
Ivone Strada
Sérgio Bareto Filho
Francisco Soroa
Maria das Dores
Lígia Macedo Soares
Margareth Edwards
Lourival Agra
Taciana Rey
Alfredo Rosário
Maria Conceição Correia
Álvaro Rocha
Haroldo Mauro
Polly Viena
Milton Dória
Paulo Benedetti
Sérgio Soroa
Luis Roberto
João Guimarães
Reynaldo Mauro
Bias Silva Melo
Humberto Mauro

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Barro Humano que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Adhemar Gonzaga
Roteiro: Paulo Vanderlei e Adhemar Gonzaga
Produção: Paulo Benedetti
Argumento: Adhemar Gonzaga
Direção de produção: Pedro Lima e Alvaro Rocha
Música: Alberto Lazzoli
Fotografia: Paulo Benedetti
Desenho de produção: Adhemar Gonzaga
Empresas Produtoras: Cinearte e Benedetti Filmes
Empresa Distribuidora: Paramount

Prêmios

:: O filme ganhou o prêmio do melhor filme do ano, em concurso promovido pelo Jornal do Brasil.
:: Melhor Filme do Ano, Revista Cinearte, 1929.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

Sites na Internet:

CINEMATECA BRASILEIRA. http://www.cinemateca.org.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Barro Humano (1929)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.