fbpx

Beijo 2348/72 (1990)

POSTER Beijo 234872Um operário e uma operária de uma grande tecelagem de São Paulo são demitidos por justa causa, acusados de terem se beijado no ambiente de trabalho. A moça, casada, se conformou com os acontecimentos. O rapaz, solteiro, apelou à Justiça do Trabalho. O tempo passou, o processo trabalhista engordou, atravessou todas as instâncias, até o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, e, anos depois, o operário ganhou a causa, correspondente à irrisória quantia de oitocentos e seis cruzeiros e vinte centavos.

Elenco

Chiquinho Brandão …. Lourival, operário
Maitê Proença …. Catarina, operária
Torres, Fernanda (Claudete, colega na tecelagem)
Fagundes, Antonio (Dr. Paulo, advogado)
Fontoura, Ary (Avarino, chefe)
Chachá, José Rubens (Pedrão)
Fallabela, Miguel (Zecão)
Mafalda, Eloisa (dona da pensão)
Mamberti, Cláudio (advogado do sindicato)
Facchini, Roney
Vieira, Orlando
França, Ari
Jamra, Iara (Carmem)
Sanches, Paco
Bondezan, Tânia
Breda, Walter
Bressane, Dulce
Lisboa, Henrique
TonhãoBatera, Pedrinho
Acaiabe, João
Hammoud, Aiman
Calasso, Julio
Abreu, Gerson de
Cachimbo
Moras, Claudia
Vasconcelos, Sueli
Floeming, Bruno
Ometti, Marcio
Bahia, Manfredo
Petersen, Claus
Gomes, Sergio
Mazza, João
Steinberg, Clarita

Ator(es) Convidado(s):
Chagas, Walmor (juiz do Tribunal Superior do Trabalho)
Guarnieri, Gianfrancesco (dono do parque de diversões)
Pires, Miriam (funcionária da tecelagem)
Mamberti, Sérgio(juiz 2)

Participação especial:
Lacerda, Genival
Trio Joazeiro
Sarrumir, Laerte
Ankito
Barcellos, Joel
Militelo, Vic

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Beijo 2348/72 (1990) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Walter Rogério
Roteiro: Walter Rogério
Assistência de direção: Savietto, Tania; Carvalho, Wagner; Marcondes, Ursula
Coreografia: Deheinzelin, Lala
Produção: Carvalho, Wagner; Carvalhosa, Zita; Novaes, Ivan; Rogério, Walter Luiz
Co-produção: Rogério, Walter; Torres, Fernanda; Brandão, Chiquinho; Proença, Maitê; Ribeiro, Geraldo
Direção de produção: Bandeira, Eliane; Cueto, Jaime del
Produção executiva: Carvalhossa, Zita; Novaes, Ivan
Assistência de produção: Assunção, Lô; Puech, Luis Augusto; Costa, Erica
Produtor assistente: Oliveira, Malu; Ramalho, Moacir
Direção de fotografia: Cooper, Adrian
Assistência de fotografia: Dürst, Marcelo; Solitrenick, Jacob; Razafnolli, Antonio F.; Macedo, André
Câmera: Cooper, Adrian
Fotografia de cena: Francesco, Luciana de
Trucagens: Ilimitada Ltda.
Chefe eletricista: Ulisses; Souza
Maquinista: Paraná; Wagner; Jacaré
Som direto: Mendes, Eduardo Santos
Mixagem: Sasso, José Luiz
Ruídos de sala: César, Antônio; Guilherme, M.
Som guia: Mendes, Eduardo Santos
Montagem: Tadeu, Danilo
Assistente de montagem: Galvão, Lula; Delarole, Renato; Picolo, Vagner
Montagem de som: Walter Rogério
Diretor de Arte: Beto Mainieri
Cenografia: Beto Mainieri
Assistência de cenografia: Mills, Tania; Hamburger, Vera
Montagem de cenário: Nilson; Jorginho
Produção de cenografia: Gadelha, Raquel; Monte, Renato; Junqueira, Carmem
Figurinos: Beto Mainieri e Berlink, Tereza
Cabelereiro: Eunice
Maquiagem: Peloso, Plinio
Assistência de figurino: Hempfing, Ilka Miranda
Arranjos musicais: Vicente, Dino
Direção musical: Vicente, Dino
Trilha musical: Vicente, Dino
Motorista: Mazza, João; Tião; Juvenal; Odílio
Empresa Produtora: Embrafilme | Filme Brasil
Companhias co-produtoras: Quanta | CPU Cinema e Televisão | Signo Cine e Vídeo | Cinematográfica Superfilmes | Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo
Companhia Distribuidora: Embrafilme

Financimento/patrocínio: Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo

Brasil | Comédia | cor | 1990 | São Paulo

Dados adicionais de música
Instrumentista: Carvalho, Ivo de – guitarra; Poleto, Cássio – violinos; Birger, Beto – contra-baixo; Vicente, Dino – teclados

Título da música: Tristão e Isolda – trechos;
Música de: Wagner, Richard;
Regente Maestro: Ormandy, Eugene

Título da música: Severina Xique Xique;
Música de: Gonçalves, João e Lacerda, G.;
Intérprete(s): Lacerda, Genival;

Título da música: Não despreza seu coroa;
Música de: Ramos, Severino e Lacerda, G.;
Intérprete(s): Lacerda, Genival;

Título da música: Vampiro S.A.;
Música de: Sarrumor, Laert;
Intérprete(s): Sarrumor, Laert;

Título da música: Saudades de Matão;
Música de: Galante, Jorge e Torres, Raul;
Intérprete(s): Tonico e Tinoco;

Título da música: Tu, solo tu;
Música de: Leal, F. Valdes;
Intérprete(s): Méjia, Miguel Aceves;

Título da música: Dolores Sierra;
Música de: Castro, Jorge de e Batista, Wilson;
Intérprete(s): Gonçalves, Nelson;

Título da música: Porta aberta;
Música de: Celestino, Vicente;
Intérprete(s): Timóteo, Agnaldo;

Título da música: Meu vício é você
Música de: Moreira, Adelino
Intérprete(s): Gonçalves, Nelson

Prêmios

Melhor Filme, Melhor ator para Brandão, Chiquinho, Melhor ator coadjuvante para Barcelos, Joel no Festival de Brasília, 23, 1990, Brasília, DF..
Melhor Montagem e Melhor Fotografia no Festival de Gramado, 18, 1990, Gramado, RS..
Prêmio Candango de Melhor Filme, Melhor Ator e Melhor Atriz no Festival de Brasília.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-cat
MERCOSUL/94
FBR/23
FBR/30ACF
ALSN/DFB-LM
Programadora Brasil/5
Jornal da Tarde, 27.01.1994; 27.07.1994; 29.07.1994; 30.09.1994, p. 13
Folha de S. Paulo, 28.07.1994, Ilustrada, p. 3; 29.07.1994, Ilustrada, p. 4
O Estado de S. Paulo, 01.10.1994, caderno 2, p. D9; 18.11.1994.

Fontes consultadas:

Jornais:

Livros:

Internet:

ANCINE. Disponível em: http://sad.ancine.gov.br/obrasnaopublicitarias/pesquisarCpbViaPortal/pesquisarCpbViaPortal.seam. Acesso em: 02.04.2018.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Beijo 2348/72. Disponível no endereço: https://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/beijo-234872/
IMDB/site
JLS/site. Acessado em: 22.06.2007.

Observações:

FBR/23 indica a duração de 85 minutos.
CB/Transcrição de letreiros informa que “Apesar de inspirado num processo trabalhista real, este filme é uma ficção.”
ALSN/DFB-LM comenta que o filme foi lançado comercialmente somente após 4 anos, “graças a um concurso promovido pelo Banespa.”
A trilha musical original foi produzida, composta e arranjada por Dino Vicente.
Algumas fontes indicam Pandora Filmes como distribuidora.
Programadora Brasil/5 informa que a obra participa do Programa 157, intitulado Beijo 2348/72.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

4 comentários sobre “Beijo 2348/72 (1990)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.