fbpx

Bel Berlinck

Biografia

FOTO Bel BerlinckBel Berlinck é produtora executiva brasileira. Iniciou a criação e desenvolvimento do departamento de Cinema e TV da O2 Filmes, depois de uma longa experiência na produção de filmes publicitários.

Desde então, foi produtora executiva dos longas Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles, Viva Voz (2003), de Paulo Morelli, e Domésticas, o Filme (2001), de Nando Olival e Fernando Meirelles. Trabalhou na implantação e desenvolvimento do braço de cinema e Tv, da O2 Filmes, na série Sexualidade, Prazer em Conhecer, para o canal Futura, além de vários programas para a Fox e Fox Kids.

É produtora dos longas O Banheiro do Papa, de César Charlone; Não Por Acaso, de Phillipe Barcinsky e Cidade dos Homens, de Paulo Morelli, além de ser co-produtora de Contra Todos, de Roberto Moreira e Antônia, de Tata Amaral.

Co-produziu, em 2007, o longa de Fernando Meirelles Blindness. Em 2008, co-produziu À Deriva, longa dirigido por Heitor Dhalia. Produziu, também os longas VIPs, dirigido por Toniko Melo, Xingu, de Cao Hamburger, e do A Busca de Luciano Moura. Para televisão, produziu as séries Filhos do Carnaval, para a HBO Latin América, quatro temporadas de Cidade dos Homens, para a Globo, duas temporadas de Antônia, também para a Globo. Em 2008 produziu uma nova temporada de Filhos do Carnaval, mais uma vez para a HBO, e uma nova série para a rede Globo, chamada “Som e Fúria”.

Atuou ainda como produtora executiva dos curtas A Janela Aberta, Palíndromo, Imminente Luna e Conceição, vencedores de diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais.

Filmografia

:: Filmografia como Produtora Executiva ::

2012 :: A Busca
2012 :: Xingu
2010 :: VIPs
2004 :: Viva Voz
2002 :: Cidade de Deus
2000 :: Domésticas, o Filme

:: Filmografia como Produtora ::

2007 :: O Banheiro do Papa

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Bel Berlinck

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.