fbpx

Bela Donna (1998)

Sinopse

No final da década de 30, Frank chega ao vilarejo de Morro Branco, no exuberante litoral cearense, com sua jovem esposa, Donna, para trabalhar em um empreendimento petrolífero. Apesar das diferenças culturais, Donna integra-se rapidamente à paisagem e aos hábitos da região. Para Frank, no entanto, a vida no novo país é uma decepção. Em suas andanças na praia, Donna conhece Nô, um pescador jovem e atraente. Nô é filho de Mãe Ana, espécie de líder religiosa da comunidade, uma ‘força da terra’ tão temida quanto respeitada. Donna e Nô se apaixonam. Para Nô, Donna é o sonho tornado realidade e, apesar de muitas aventuras amorosas, é tomado por um sentimento até então desconhecido. Para Donna, Nô é a possibilidade de um amor mais livre e arrebatador, com a natureza que a cerca. Mãe Ana não aprova o envolvimenton do filho com a estrangeira e prevê que desta ligação só poderá vir ‘coisa ruim’. Em uma comunidade tão pequena, o romance dos dois em pouco tempo gera comentários. O pescador Tonho aproxima-se de Frank, faz revelações a respeito de Donna e Nô, e propõe a solução do ‘caso’ através de um matador de aluguel. Os acontecimentos levam a um desfecho surpreendente, que deixará marcada para sempre a vida em Morro Branco.

Em 1939 um navio vindo da Europa chega à costa do Ceará trazendo Frank Hookley, explorador de petróleo, e sua esposa Donna. O casal conversa sobre as possibilidades de se encontrar petróleo nas terras brasileiras. Em terra estão Michael Silva, responsável pela contratação de Frank, John, também explorador, e sua esposa Lídia para recepcioná-los. Em uma praia, um grupo de pescadores é surpreendido pelo regresso de Nô, pescador que viajara para o Rio de Janeiro. Ele é recebido com festa pelos amigos e por sua mãe, Ana. Donna tem dificuldades de se adaptar ao clima quente, mas com ajuda de Benta, criada da casa, logo se recupera realizando passeios diários às praias da região, enquanto Frank, ao lado de John e Silva, enfrenta dificuldades para achar petróleo em uma torre de perfuração construída nos arredores. Em um de seus passeios, Donna conhece Nô e os dois passam a se encontrar, navegando na jangada do pescador ou caminhando pelas praias. Frank preocupa-se ao ver sua mulher ao lado de Nô. Ana aconselha o filho a se afastar da mulher, apontando as diferenças que existem entre os dois. Ele ignora os conselhos da mãe. Donna conversa com Lídia sobre seu relacionamento com Nô. Lídia descobre através de uma notícia no rádio que a Europa está em guerra e, aflita, apressa-se para avisar John, Frank e Donna. Lídia revela que ela e o marido só estão no Brasil porque ele é judeu. Frank vai até a vila e conhece o pescador Tonho. Juntos, eles planejam a morte de Nô. Frank e John viajam para Fortaleza em companhia de suas esposas. Na praia, Nô é perseguido por Afrânio, matador contratado para matá-lo. Os dois brigam e Nô, mesmo muito ferido, mata Afrânio. Mãe Ana cuida dos ferimentos do filho e Donna, ao saber do ocorrido, acusa seu marido. Os dois brigam e ele a violenta. Nô vê os dois juntos e diz a Donna que não a quer mais. Ela arruma as malas e embarca no navio. Nô acompanha o navio em sua jangada enquanto Frank, na praia, observa sua esposa partindo.

Elenco

Henstridge, Natasha (Donna)
Moscovis, Eduardo (Nô)
McCarthy, Andrew (Frank)
Letícia Sabatella …. Benta
Ward, Sophie (Lídia)
Wagner, Odilon (John)
Karam, Guilherme (Silva)
Martins, Rita (Rita)
Antônio, Ângelo (Tonho)
Alcântara, Domingos (Zé Divina)
Oliveira, Jurandir (Juca)
Costa, Jackson (Afrânio)
Paraventi, Charles (Dr. Farina)
Colasanti, Arduino (Capitão)
Parente, Nildo (Padre Jorge)
Barreto, Mariane Pellegrino (Donna criança)
Sabah, Karla (Crooner)
Barreto, Fábio (Governador)
Marques, Luisa de Paula (Cecília)
Andrade, Joca (Zé Corninho)
Ponciano, Marciano (Auxiliar de escritório)
Holanda, Diego (Nô criança)
Nogueira, Aila (Mulher do Silva)
Castro, Majô de (Mulher do governador)
Villela, Lucíola (Sogra do governador)
Patola (Patola)
Cerqueira, Delanir Dias (Dona da birosca)

Atriz Convidada:
Florinda Bolkan …. Mãe Ana

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Bela Donna (1998) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Fábio Barreto
Roteiro: Ephron, Amy
Diálogos: Harrington, Barbara
Adaptação: Fábio Barreto e José Almino
Pesquisa: Molinari, Clóvis
Estória Baseada no romance Riacho Doce, de José Lins do Rego
Assistência de direção: Santiago, Marcelo
Continuidade: Gisela Bezerra de Mello
Story-board: Muanis, Felipe
Coreografia: Araújo, Carlinhos
Produção: Barreto, Lucy; Barreto, Luiz Carlos
Co-produção: Mohr, Lenore; Schachter, Jed
Direção de produção: Bittencourt, René
Produção executiva: Salete, Maria da; Mohr, Lenore; Schachter, Ted
Produtor associado: Villela, Lucíola
Gerente de produção: Pinto, Alaíde Gomes
Direção de fotografia: Monti, Félix
Assistência de fotografia: Miranda, Dudu
Câmera: Otero, Gilberto
Assistência de câmera: Tadeu, Fabrício
Fotografia de cena: Vilaron, André
Chefe eletricista: Ribeiro, Carlos Alberto
Assistente de eletrecista: Xerem, Hélio; Almeida, José Valdonor de
Maquinista: Castro, Carlos Roberto de
Auxiliar de maquinista: Hora, Júlio da; Monteiro, Marcelo
Som direto: Maciel, Cristiano
Operador de microfone: Casimiro, Roberto
Montagem: Biggerstaff, Caroline; Flores, Virginia
Direção de Arte: Hélio Eichbauer
Assistência de direção de Arte: Olivé, Isadora
Figurinos: Diana Eichbauer
Cenografia: Rocha, Marco Antônio
Créditos: Vaus, Victoria; Lopez, John
Desenhos de letreiros de apresentação: Pimenta, Fernando
Assistencia de cenografia: Mallet, Carlos Eduardo
Contra-regra/acessórios de cenografia: Cerqueira, Delanir
Montagem de cenário: Mestre Chico
Cabelereiro: Pimenta, Wilson
Maquiagem: Pereira, Guilherme; Michelotti, Luiz
Costureira: Silva, Adelina Andrade da; Santos, Maria Valda de Sena
Assistência de figurino: Koves, Reka; Carvalho, Marta
Música original: Dori Caymmi
Empresa de figuração: Luz&Cor
Motorista: Santos, Ailton Araújo; Santos, Alexandre dos; Silva, Alexsandro Batista da; Pinto Jr., Alvaci Nogueira; Ferreira, Antonio Batista; Rodrigues, Augusto Vasconcelos; Beserra, Danusa Regina Filgueira; Silva, Djalma Nascimento da; Braga, Ednaldo Pereira; Souza, Francisco de Assis Honorato de; Costa, Francisco Edson da; Carmo, Francisco José do; Lima, Francisco Kleber de Andrade; Pereira, Jairo de paulo; Santos, Janilson Caraça dos; Bofi, João Domingos; Torquato, João Rocha; Sampaio, José Carlos; Souza, José Luciano de; Santos Filho, José Luiz dos; Oliveira, José Maria de; Ribeiro, Liduino de Oliveira; Oliveira Jr., Luciano Costa de; Caminha, Luis Fernandes Roberto; Lima Filho, Miguel Fernandes de; Granjeiro, Olavo da Rocha; Nunzio Filho, Olavo; Grangeira, Olívio da Rocha; Ferreira, Paulo; Melhado, Paulo Marcelo Soler; Cavalcanti, Pedro Arnaldo Pires Dantas; Gurgel, Pedro Santos; Mendonça Neto, Plinio Xavier de; Silva, Raimundo Virgínio da; Silva, Rivelino Batista da; Salgado Filho, Roberto José Vitalino Almeida; Souza, Roger Bicca; Duarte, Willyan César
Companhia(s) produtora(s): L. C. Barreto; Filmes do Equador Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Consórcio Europa; Severiano Ribeiro; Companhia de Imagem
Companhia Produtora Associada: Pandora
Companhia Distribuidora: Riofilme
Financimento/patrocínio: Coelce – Companhia Energética do Ceará; Teleceará Sistema Telebrás; Petrobrás; Eletrobrás – Centrais Elétricas Brasileiras S.A.

Dados adicionais de música
Música de: Caymmi, Dori
Orquestra: Orquestra Petrobras Pró-Música
Regente Maestro: Caymmi, Dori;
Instrumentista: Carodoso, Teco (flautas de bambu);
Orquestração: Caymmi, Dori

Instrumentista: Hoffman, André Moniz, Saldaña, Daniel Fidel, Guarino, Maluh, Menezes Filho, João Jerônimo, Buzak, Helena, Struckel, Sérgio, Abramento, Nelso, Gubric, Tatjan, Meneses, Ricarod Jerônimo, Rosendo, Sérgio Chaves, Rossi, Iva Weinhartt, Eduardo, Henrique – violinos;

Instrumentista: León, Noemi Uzeda, Passaroto, Isabela Noranha, Bernardo, Sérgio, Lugão, Maria Léa de Magalhães – violas;

Instrumentista: Pilger, Hugo Vargas, Ceroni, Fiorerlla Solares, Lima, Sibely Pereira, Rodriguez, Eduardo Alberto – cellos; Soares, Jorge, Cândido, Ricardo Raymundo – contrabaixos;

Instrumentista: Silva, Francisco Soares da, Augusto, Antônio José, Oliveria Jr., Ismael de, Oliveira, Dalmario Pinto, Ghestem, Jacques, Oliveira, Gilberto da Conceição – metais;

Instrumentista: Barquette, Murilo Moss, Lopez, Luis Cuevas, Passos, Paulo Roberto dos – instrumentinos;

Instrumentista: Hoffman Filho, Lino – percussão; Passaroto, Silvia Noronha – harpa; Souza, Carlos Eduardo de – arregimentador; Caymmi, Dori – violão e voz; Helder, Jorge – baixo elétrico; Moreira, Jurim – bateria; Araújo, Mingo – percussão

Regente Maestro: Vilela, Helvius

Canção
Título: Côco;

Título: Maculelê;

Título: Mulher;
Autor da canção: Mesquita, Custódio e Cabral, Sady;
Intérprete: Sabah, Karla;
Instrumentista: Vilela, Helvius (piano); Scarpelli, Maurício (contrabaixo); Moreira, Rubens (bateria); Rodrigues, Nilton (trumpete); Leite, Dirceu (clarinete)

Título: Melodia sentimental;
Autor da canção: Villa-Lobos, Heitor e Vasconcelos;
Intérprete: Sayão, Bidu e Simphony of the Air;
Regente: Villa-Lobos, Heitor;

Título: Veleiros;
Autor da canção: Villa-Lobos, Heitor e Vasconcelos;
Intérprete: Sayão, Bidu e Simphony of the Air;
Regente: Villa-Lobos, Heitor;

Título: Glory of love, The;
Autor da canção: Hill, Billie;
Intérprete: Goodman, Benny;

Título: Manon Lescaut – Intermezzo;
Autor da canção: Pucinni, Giacomo;
Orquestra: Orquestra de Teatro alla Scala di Milano
Regente: Molajoli, Lorenzo

Título: I’m gonna lock my Heart and throw away the key;
Autor da canção: Eaton, J. e Shand, T.;
Intérprete: Holliday, Billie;

Título: Pirata
Autor da canção: Barro, João de e Ribeiro, Alberto
Intérprete: Baptista, Dircinha

Locação: Aracati, Fortim, Icapuí – CE; Areia Branca; Canoa Quebrada; Esteves; Majorlândia; Quixaba; Ponta Grossa – PR; Ponta Redonda – RN

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Material examinado
ALSN/DFB-LM
CEARÁ/8
Folha de S. Paulo, 04.06.1997
Catálogo Riofilme

Fontes consultadas:
FGR/26
Riofilme/site acesso em 2003

Livros:

REGO, José Lins do. Riacho Doce. : , .

Observações:
Folha de São Paulo de 04.06.1997 informa que o filme é quase todo falado em inglês.
“Melodia sentimental” e “Veleiros” de Heitor Villa-Lobos e Dora Vasconcelos: Bidu Sayão e Simphony of the Air interpretam sob regência de Heitor Villa-Lobos e ainda Jorge Alexandre interpreta sob regência de Helvius Vilela, canções utilizadas sob licença da ADDAF – RJ fonogramas cedidos por Angel Records, Inc.
Os letreiros do filme especificam aos instrumentistas: “Músicos da “.
As canções de Côco e Maculelê fazem parte do folclore brasileiro e são de autoria desconhecida.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Bela Donna (1998)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.