fbpx

Betão Ronca Ferro (1971)

Sinopse

A filha de Betão, empregado de um circo, casa-se com Geraldo, rapaz de circo, mas é infeliz. Beto torna-se o proprietário do circo com dinheiro emprestado pelo sogro da filha. Mas, a garota rompe com a família do marido e volta para os pais, depois de alguns incidentes, despertando novamento o amor de Sérgio, o antigo companheiro de trapézio.

Elenco

Amácio Mazzaropi …. Betão
Prado, Geny (Mulher de Betão)
Lisbôa, Dina (Neusa)
Loes, Dilma (Cláudia)
Sanches, Gilmara (Zulmira)
Lauretta, Yaratan (Rosa)
Barbosa, Judith
Fernandes, Linda
Oliveira, Ester Fonseca de
Pirillo, Roberto (Geraldo)
Saldanha, Araken (Henrique)
Garcia, Carlos
Mechi, Cláudio R.
Vieira, Tony (Sérgio)
Camara, Rogério
Henricão
Pereira, Milton
Peres, Rivaldo
Peres, Reginaldo (Rodolfo)
Tonelli, Bayard
Zequinha e Quinzinho
Ribeiro, Nhô Tide
Velloni, Jose
Homero, Luiz

Participação especial:
Grande Circo Giglio

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Betão Ronca Ferro (1971) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Geraldo Miranda, Pio Zamuner e Amacio Mazzaropi
Argumento: Amacio Mazzaropi
Roteiro: Miglio, Tito de; Affonso, Kleber
Continuidade: Silvia, Maria
Produção: Amacio Mazzaropi
Direção de fotografia: Pio Zamuner
Operador de Câmera: Pio Zamuner
Assistência de câmera: Cortêz, Leonardo
Foco: Pfister, Jorge
Chefe eletricista: Costa, Izidoro
Assistente de eletrecista: Pinto, Darcy Gonçalves; Galvão, Valentim Dias; Eleuterio, Rubens; Silva, Rubens Rodrigues da; Amaral, Salvador do; Neves, Jayme Raimundo F.; Almeida, Manoel Carlito de
Maquinista: Batista, Enoque
Montagem: Laurelli, Glauco Mirko; Leme, Roberto
Cenografia: Vieira, José Antonio
Maquiagem: Torres, Flávio
Costureira: Lemes, Maria A.; Fernandes, Linda
Música: Fietta, Hector Lagna
Direção musical: Fietta, Hector Lagna
Companhia Produtora: PAM Filmes
Companhia Distribuidora: PAM Filmes

Canção
Título: Tardes em Lindóia;
Autor da canção: Abreu, Zequinha de e Martins, Pinto;

Título: Em busca da paz;
Autor da canção: Kiko, Paulo e Santos, Elpídio dos;
Intérprete: Mazzaropi;

Título: Sanfona da véia, A
Autor da canção: Brinquinho – Brioso e Torres, Raul
Intérprete: Mazzaropi;

Locação: Fazenda da Santa, Taubaté – SP

Bibliografia

Fontes de Referência:

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 31
ALSN/DFB-LM
Fontes consultadas:
ACPJ/II
LFM/DCB
Folha de S. Paulo, 03.08.1997

Livros:

DUARTE, Paulo. Mazzaropi: uma antologia de risos. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009.
FRESSATO, Soleni Biscouto. Caipira sim, trouxa não: representações da cultura popular no cinema de Mazzaropi. Salvador: EDUFBA, 2011.
MATOS, Marcela. Sai da Frente! – A Vida e a Obra de Mazzaropi. São Paulo: Desiderata, 2010.
ROCHA, Glauber. Revisão crítica do cinema brasileiro.
TOLENTINO, Célia Aparecida Ferreira. O Rural no Cinema Brasileiro. São Paulo: Unesp, 2001.

Internet:

MUSEU MAZZAROPI. Disponível no endereço: http://www.museumazzaropi.com.br/. Acesso em: 28 de set. de 2011.
WIKIPEDIA. Disponível no endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Amácio_Mazzaropi. Acesso em: 28 de set. de 2011.

Observações:

Outras fontes grafam o nome de Amacio Mazzaropi como Amácio Mazzaropi.
Paródia da telenovela Beto Rockfeller.
Folha de S. Paulo de 03.08.1997, indica a duração de 103 minutos e a direção de Afonso Miranda; Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi.
Guia de Filmes 31 informa que a comédia foi lançada em São Paulo, em um único cinema e, dois dias depois, em grande circuito; estreou, em 25.04.1971, no Rio de Janeiro em quatro salas, acrescidas, dois dias depois, de outras duas; indica Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi como colaboradores na direção.
ALSN/DFB-LM indica público de 2.304.447 pessoas (fonte: Anuário Cinema em Close-up, 1977).
ALSN/DFB-LM e ACPJ/II acrescentam sonografia de Juarez Dagoberto da Costa.
ACPJ/II acrescenta gerente musical: Salvador do Amaral.
Ao apontar o nome de Ester Fonseca de Oliveira especifica dublagem trapézio e especifica para as canções Tardes em Lindoia – Valsa; Em busca da paz – Toada e A sanfona da véia – Marchinha. Aponta ainda a participação do conjunto Avanço R..

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.