fbpx

Borges de Barros (1920-2007)

Biografia

Fileto Borges de Barros, em arte conhecido como Borges de Barros, é um ator e dublador brasileiro nascido em Corumbá, MS, em 27 de março de 1920. É filho de Leobino Borges de Barros e Tereza de Jesus Livio.

Iniciou sua carreira nos anos 40, como radioator. Em 1952 estreia no cinema, no filme Simão, o Caolho. Logo começou sua carreira, no estúdio Gravasom, dublando um dos personagens da série Além da Imaginação, um de seus primeiros trabalhos. Transfere-se depois para a AIC – Arte Industrial Cinematográfica, na qual ganha seu primeiro personagem de sucesso, o Moe, o irmão mais bravo e sério dos Três Patetas. Mas o melhor estaria por vir, quando chega ao Brasil a série Perdidos no Espaço em que dubla o Dr. Smith, personagem de Jonathan Harris, entre 1966/1968.

Como ator, em 1965 faz sua primeira novela Ceará contra 007, seguindo-se Quatro Homens Juntos (1965), Meu Adorável Mendigo (1973), Os Gigantes (1979), Os Adolescentes (1981) e Jerônimo (1984).

Como humorista, ficou famoso por interpretar o mendigo da Praça da Alegria, ao lado de Manoel de Nóbrega, com a célebre frase Meu caro colega… Seu personagem adquire tanta fama que chegou ao cinema no filme Se Meu Dólar Falasse… (1970), ao lado de Dercy Gonçalves, depois ganha programa próprio, Meu Adorável Mendigo e por fim na Praça é Nossa, pelo SBT, com Carlos Alberto de Nóbrega, filho de Manoel.

Aposentado e esquecido, um dos maiores humoristas e dubladores brasileiros morreu em 12 de dezembro de 2007, em São Paulo, aos 87 anos de idade, de parada cardíaca, durante uma sessão de hemodiálise.

Filmografia

1952 – Simão, o Caolho
1970 – Se Meu Dólar Falasse…
1973 – Regina e o Dragão de Ouro

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Borges de Barros. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/borges-de-barros/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.