fbpx

Brasa Adormecida (1986)

Em um bar na divisa Brasil-Paraguai, um homem está para ser eliminado. Enquanto esperam o defunto encomendado, dois matadores, Toninho e Alfredão revelam uma história em que é difícil encontrar culpados e inocentes.

Presente e passado se misturam em torno da morte de Múcio, o pistoleiro mais competente da região, mostrando que matar ou morrer é uma fronteira fácil de se atravessar. Um chefe, uma bela mulher, um serviço a ser feito. O filme testa os limites da amizade, do medo e da traição. Quem traiu?

O filme conta no elenco com Maitê Proença e Edson Celulari em cena de Brasa Adormecida, de Djalma Limongi Batista.

Elenco

Maitê Proença …. Bebel
Edson Celulari …. Ticão
Paulo César Grande …. Toni
Duarte, Anselmo (Almirante)
Soares, Ilka (tia Aury)
Pires, Mirian (tia Cocota)
Mamberti, Sérgio (primo Bispo)
Pereira, Zeni (tio Firmino)
Buckup, Vivian (Pátria)
Mutarelli, Cristina (tia Margarida)
Haar, Mira (Rosaly)
Pereira, Lúcia (tia Catita)
Jamra, Iara (Lulu)
Manzano, Ciça (Mônica)
D’Orey, Fernanda (Celi)
Raulino, Berenice (Neuzinha)
Costilhes, Duda (Flávio)
Damiano, Alfredo (Guigui)
Mattos, Raimundo (Olívio)
Silva, Eduardo (Saci)
Rasslen, Armando (Candi)
Saborido, Ricardo (Cecéu)
Lizea, Vicente (Carioca)
Yaboni, Carlos (criado)
Drujillo, Araci (mulher do Juiz)
Maschio, Antônio (juiz)
Soares, Wladimir (escrivão)
Messias, Raphael (projecionista)
Slama, Cicera
Slama, Erika (Bebel criança)
Rosa, Cauê da (Ticão criança)
Góia, Karla (Bebel adolescente)
Barnabé, Roger (Ticão adolescente)
Cecarelli, Gustavo (Toni adolescente)
Figueiredo, Rosana
Souza, Leonardo de
Hillei, Lia
Morena, Leina
Sandoval, Mariana
Raulino, Otávio
Nhamdé, Paulo
Bueno, Fernanda Cunha
(dublado(a) por Biane, Orlando)

Atores Convidados:
Grande Otelo …. Pai Serafim
Marcélia Cartaxo …. Angélica
Patrício Bisso …. Costureiro

Participação Especial:
Silva, Ana Maria Nascimento e (tia Eneida)
Almeida, Fernando de (Dr. Arrudinha)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Brasa Adormecida (1986) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Djalma Limongi Batista
Argumento: Djalma Limongi Batista
Roteiro: Souza, José Roberto de; Batista, Gualter Limongi e Djalma Limongi Batista
Assistência de direção: Savietto, Tânia
Continuidade: Solitrenick, Nelly; Santeiro, Cristina
Coreografia: Costilhes, Duda
Produção: Hernandes, Assunção
Direção de produção: Pinto, Vera Roquette
Produção executiva: Hernandes, Assunção
Assistência de produção: Ionescu, Maria Vargas; Solitrenick, Jacob; Guerra, Olga Vieira; Pereira, Lúcia
Direção de fotografia: Batista, Gualter Limongi
Câmera: Batista, Gualter Limongi; Botelho, Chico e Djalma Limongi Batista
Assistência de câmera: Coelho, Kátia; Rocha, Paulo Mendes da
Fotografia de cena: Solitrenick, Nelly
Animação: Hamburger, Cao; Schettino, Paulo
Trucagens: Schettino, Paulo; 786
Técnico de cor: Veleccio, Nadia
Eletricista: Silva, José Valêncio da
Maquinista: Lampa, José
Auxiliar de maquinista: Nascimento, José Alves do
Direção de arte: Crescenti, Felipe
Figurinos: Bisso, Patrício
Cenografia: Crescenti, Felipe
Assistência de cenografia: Marcondes, Urszula; Rebolo, Mariza
Contra-regra/acessórios de cenografia: André, Mário
Cabelereiro: Murad, George
Maquiagem: Lombardi, Maria Antônia
Assistência de figurino: Zilber, Deborah
Montagem: Motta, José
Assistente de montagem: Fai, Sung S.
Montagem de som: Ribeiro, Geraldo
Engenharia de som: Sasso, José Luiz
Mixagem: Sasso, José Luiz
Efeitos especiais de som: Schettino, Paulo
Trilha sonora: Jobim, Antônio Carlos
Ruídos de sala: César, Antônio; Guilherme
Som guia: Guimarães, Tide
Técnico de dublagem: Biani, Orlando
Arranjos musicais: Jobim, Paulo; Jobim, Antônio Carlos
Música: Jobim, Antônio Carlos
Motorista: Silva, Damião Candido da; Cruz, João de Souza da; Nascimento, Carlos Antonio de
Companhia(s) produtora(s): Cinema do Século XXI Produções Artísticas S/C Ltda.; Raiz Produções Cinematográficas Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Spectrus Produções Cinematográficas S/C Ltda.; Embrafilme S.A.; Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo; Hotel Solar das Andorinhas
Companhia(s) distribuidora(s): Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Dados adicionais de música
Regente Maestro: Jobim, Paulo

Instrumentista: Jobim, Tom – piano e voz; Morelembaum, Jaques – cello; Caymmi, Danilo – flauta; Braga, Paulo e Sebastião Neto – bateria; Jobim, Paulo e Oliveira, Paulo – violão

Canção
Título: Bebel;
Autor da canção: Jobim, Antonio Carlos;
Intérprete: Jobim, Tom e Miucha;

Título: Ticão;
Autor da canção: Jobim, Paulo;
Intérprete: Jobim, Ana; Jobim, Elizabeth; Caymmi, Simone; Morelenbaum, Paula; Adnet, Maucha;
Instrumentista: Jobim, Tom – piano; Caymmi, Danilo – flauta; Morelenbaum, Jaques – cellos; Jobim, Paulo – violão; Sebastião Neto – baixo; Braga, Paulo – bateria; Oliveira, Paulo de – flus.;

Título: Dindi;
Autor da canção: Jobim, Antonio Carlos e Oliveira, Aloysio de;
Intérprete: Telles, Silvinha e Maysa;

Título: Por causa de você (Gardez Moi Pour Toujours);
Autor da canção: Jobim, Antonio Carlos e Duran, Dolores – versão francesa de Rhode, Serge;
Intérprete: Telles, Silvinha;

Título: Coisa mais linda;
Autor da canção: Lyra, Carlos e Moraes, Vinicius de;
Intérprete: Gilberto, João;

Título: Only you;
Autor da canção: Rand, A. e Ram, B.;
Intérprete: Duran, Dolores;

Título: Alguém me disse;
Autor da canção: Amorim, Jair e Gouveia, Evaldo;
Intérprete: Havana, Don Pablo de;

Título: O-Ba-Lala;
Autor da canção: Gilberto, João e Oliveira, Aloysio de;
Intérprete: Telles, Silvinha;

Título: Cantico;
Autor da canção: Moraes, Vinicius de – poema
Intérprete: Moraes, Vinicius de

Título: As time goes by
Instrumentista: Aury, Tia e Pires, Clea Boechat

Locação: Fazenda Guariroba, distrito de Joachim Egydio, Campinas – SP

Prêmios

Prêmio Governador do Estado de São Paulo, 1988 de Melhor atriz para Proença, Maitê; Efeitos especiais para Schettini, Paulo; Cenografia para Crescenti, Felipe e Figurinos para Bisso, Patrício, SP..
Melhor atriz para Proença, Maitê no Rio-Cine Festival, 2, 1986, RJ..
Festival do SESC, 14.

Bibliografia

Fontes de Referência

Fontes utilizadas:
CB/transcrição de letreiros-Cat
CB/FIBRA
Press-release
Manchete, 20.06.1987, p. 72 e 73
Concine/86*
ALSN/DFB-LM
Programadora Brasil/5

Fontes consultadas:
JLS/site, acessado em 22.06.2007

Livros:

Internet:

ANCINE. Disponível em: http://sad.ancine.gov.br/obrasnaopublicitarias/pesquisarCpbViaPortal/pesquisarCpbViaPortal.seam. Acesso em: 02.01.2018.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Brasa Adormecida. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/brasa-adormecida/

Observações:
CB/transcrição de letreiros indica que e foram gentilmente cedidos por Spazio Pirandello” e que Grande Otelo foi convidado especial da obra.
Programadora Brasil/5 informa que a obra participa do , intitulado . A mesma fonte informa que a obra possui 90 min. de duração e que a comédia romântica ambientada em 1962, revival da ingenuidade dos anos dourados e também homenagem ao cineastra brasileiro pioneiro do cinema mudo, Humberto Mauro, diretor de , 1928.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Brasa Adormecida (1986)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.