fbpx

Caco Souza

Biografia

Caco Souza é um cineasta brasileiro. Em 1987, graduou-se em Publicidade e Propaganda na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo.

Iniciou sua carreira no mesmo ano de 1987, como sócio-proprietário da empresa produtora Studio Eletrônico, em Campinas (SP), onde atuou como Diretor e Diretor de Fotografia em inúmeros filmes comerciais e institucionais.

Nos anos 1990, ocorrem suas primeiras experiências autorais, destacando-se na direção de documentários e curtas-metragens. Em 1993, fixou residência em São Paulo, passando a atender diversas produtoras, tanto na capital paulista, como em Belo Horizonte e Porto Alegre. Atuou como diretor de filmes publicitários, documentários e curtas-metragens, filmando em vários estados do país, da Amazônia até o extremo sul do país, e no exterior: Estados Unidos, Canadá, Indonésia, África do Sul, Hawaii e Portugal.

Diretor com larga experiência em filmes publicitários, documentários e curtas-metragens em todo o país e também no exterior, incluindo Estados Unidos, Canadá, Indonésia, África do Sul e Portugual, entre outros trabalhos, Caco realizou “Tereza” (1992, Documentário), “Flávio de Carvalho: o Revolucionário Romântico” (1993, Documentário), “Clones, Bárbaros e Replicantes” (1994, Documentário), “A Unha Preta de um Antônio à Procura de Pigmento” (1995, Documentário), “S’il Vous Plait ‘One’ Biére” (1995, Ficção), “Na Velocidade dos Morcegos” (1996, Documentário), “Arna Mance: o Cotidiano dos Índios Wai Wai” (1996, Documentário), “Amor é um Lugar Vazio” (2001, Documentário), “Eliane” (2002, Documentário), “Senhora Liberdade” (2004, Documentário), “Outras Opções, Aguarde” (2005, Ficção) e “Ultravigiado” (2005, Ficção).

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2010 :: 400 contra 1 – A História do Comando Vermelho
2007 :: Resistir
2005 :: Ultravigiado
2005 :: Outras Opções Aguarde
2004 :: Senhora Liberdade
2002 :: Eliane
2001 :: Amor é Um Lugar Vazio
1994 :: Clones, Bárbaros, Replicantes (coDireção: Kiko Goifman)
1992 :: Tereza (coDireção: Kiko Goifman)

Prêmios

– Indicação ao Grande Prêmio TAM da Academia Brasileira de Cinema (2005);
– Melhor Filme no Festival Nacional de Vídeo. Salvador, BA (2005);
– Prêmio Melhor Filme – Documentário no 11° Vitória Cine Vídeo (2004);
– Prêmio de Melhor Vídeo – I Festival de Viçosa (1995);
– Prêmio Especial do Júri e Júri popular no FORUMBHZ Vídeo Belo Horizonte (1995);
– Melhor Vídeo Documental – VIDEOBRASIL (1994);
– Melhor Documentário FEST VÍDEO Porto Alegre (1993);
– Melhor Documentário – Prêmio Tatu de Ouro Jornada de Cinema da Bahia (1993);
– Melhor Vídeo Documental (Direção e Edição) GUARNICÊ – Maranhão (1993);
– Melhor Vídeo de Média Duração – Sol de Prata no RIOCINE Festival (1993);
– Prêmio Especial do Júri e Júri Popular no FORUMBHZ Vídeo Belo Horizonte (1993);

Bibliografia

Fontes de Referência:

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.