fbpx

Caçula do Barulho (1949)

Sinopse

Numa oficina trabalham seis operários, são seis irmãos. Entra a mãe que lhes pede para socorrerem o sétimo irmão, o caçula, Luis. Os irmãos hesitam porque o caçula vive se metendo em encrencas, mas acabam cedendo à solicitação. Gangsters estão brigando num bar e os operários acabam se metendo na briga.

Elenco

Oscarito
Grande Otelo
Canale, Gianna Maria
Duarte, Anselmo
Tito, Luiz (Vilão)
Almeida, Belmira de
Oliveira, Sérgio de
Barbosa, Antonio de Sá
Miranda, Zulmira
Martorelli, Francisco
Feliciana, Sebastiana
Medeiros, Wadir
Bacy, Reginaldo
Maia – lutador da Escola dos Professores
Moraes – lutador da Escola dos Professores
Grijó Sobrinho
Napoli, Nena
Genauer, Beula
Rosas, Walkiria
Labella, Aurora
Pérola Negra
Vani, Lídia de
Sobreira

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Caçula do Barulho (1949) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Ricardo Freda
Argumento: Ricardo Freda
Diálogos: Azevedo, Alinor
Adaptação: Ricardo Freda
Assistência de direção: Talamo, Hélla
Direção de atores: Lopes, Murillo
Produção: Bruni, L.
Produtor associado: Parente Sobrinho, J.
Direção de fotografia: Lombardi, Ugo
Cinegrafista: Daissé, Amleto
Direção de som: Rabello, Silvio; Viana, Aloísio
Sonografia: Vianna, Aloysio
Montagem: Moura, Serafim; Civelli, Carla; Schultz, Nelson
Decoração: Lopes, Murillo
Maquiagem: Carias, Paulo
Companhia Produtora: Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S.A.
Companhia Distribuidora: U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira S.A.

Dados adicionais de música
Título da música: De pedra em pedra – chôro;
Música de: Panicalli, Lírio

Título da música: Attesa
Intérprete(s): Alves, Oswaldo

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
FCB/FF
ACPJ/I
AV/ICB
JCB/Chan
ALSN/DFB-LM
SA/EMP

Fontes consultadas:
CENS/I
CS/FF
FCB LOTE 2/FF
JN/Imigrantes – Espanhóis II
JN/Imigrantes – Italianos II

Observações:
JCB/Chan informa a coordenação de e ; modelos de da Capitu Modas. A fonte acrescenta ainda que a fita foi feita no Brasil pelo italiano , que posteriormente se tornaria célebre no gênero “peplum” na Itália.
AV/ICB informa: som de e montagem de .
ACPJ/I informa assistência de direção de ; montagem de ; canções de e ainda no elenco: , , e .
FCB/FF informa: tema escravas no Brasil. Falso. Mas rendeu muito dinheiro. Indica ainda o argumento de (“Ecco i nostri”); fotografia de e e assistência de fotografia de .
SA/EMP informa a produção do conde e como produtor assistente.
SA/EMP informa: “O custo de um filme médio oscila entre 800 e 900 mil cruzeiros. ‘Caçula do Barulho’ produção da Atlântida dirigida pelo italiano , com e , chega a 1 milhão e 300 mil.”
citado em ALSN/DFB-LM informa que ” ‘Caçula do Barulho’ foi o primeiro filme brasileiro com cenas de briga, utilizando técnica desenvolvida na Itália para filmes de ação (…).”
Outras fontes grafam Reginaldo Bacy como ; Wadir Medeiros como ; Beula Genauer como ; Walkiria Rosas como e Hélla Talamo como . Incluem ainda e , porém estes nomes não são confirmados pelos letreiros do filme.
Os letreiros do filme não mencionam e na direção de montagem e na produção.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Caçula do Barulho (1949)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.