fbpx

Carlo Mossy

Moisés Abraão Goldal, em arte conhecido como Carlo Mossy, é um ator, cineasta e produtor de cinema brasileiro nascido em Tel Aviv, Israel, em 1946.

De pais poloneses de Varsóvia, Carlo Mossy veio para o Brasil ainda criança, em 1953.

Já na adolescência começou a sua carreira, viajando o mundo todo e conhecendo grandes estúdios e astros internacionais pelo mundo. Pensando na carreira artística, estudou na Royal Academy of Arts, em Londres, e no Actors Studio, em Nova York.

Estreou no cinema como ator em 1968, no filme Copacabana me engana, destacando-se ainda Lua de Mel & Amendoim (1971) e As Sete Vampiras (1986).

Em 1972, constitui a Vydia Produções Cinematográficas e, além de atuar, produziu e dirigiu, de forma independente, comédias eróticas, próprias da cena cinematográfica da época. O primeiro filme que dirigiu foi Com as Calças na Mão, em 1975. Sucesso garantido de bilheteria, não para mais de produzir/dirigir, entre outros, As Massagistas Profissionais (1976) e As Taradas Atacam. Embora sua especialidade fossem as comédias eróticas, a chamada pornochanchada, investiu também em filmes policiais e até infantis.

Com o advento do explícito, encerrou sua carreira de produtor/diretor.

Passou alguns anos longe das telas e dos holofotes da mídia, retornando em 2003 com um papel no filme O Homem do Ano e aparições em novelas e longa-metragens.

A partir de 2005, voltou a trabalhar como ator e passou a atuar em novelas, séries e especiais como em Carandiru, Outras Histórias (2005), A Lua me Disse (2005), Minha Nada Mole Vida (2006), Páginas da Vida (2006) e Vidas Opostas, esta última pela TV Record.

Grandes nomes como José Wilker foram lançados por Mossy. Atualmente, dedica-se a novos projetos e serve constantemente de consulta para novos cineastas, seus trabalhos são referencia de um cinema realizado no Brasil de baixo custo, agrado popular e sucesso de bilheteria.

Graças ao Canal Brasil, seus filmes são vistos e reavaliados por uma nova geração de pesquisadores, cinéfilos e críticos. Coroando esse movimento, em fevereiro de 2006 foi exibida uma retrospectiva de sua obra no Cine Odeon, Rio de Janeiro, durante quinze dias ininterruptos.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

1978 :: Bonitas e Gostosas
1978 :: As Taradas Atacam
1978 :: As 1001 Posições do Amor
1977 :: Ódio
1977 :: Manicures a Domicílio
1976 :: As Massagistas Profissionais
1975 :: Com as Calças na Mão

:: Filmografia como Ator ::

2011 :: Réquiem Para Laura Martin
2008 :: Cleópatra
2008 :: Cinema em Sete Cores (MM)
2007 :: A Volta do Regresso (CM)
2007 :: Meu nome é Dindi
2006 :: Cafuné
2003 :: O Homem do Ano
1989 :: Solidão, Uma Linda História de Amor
1986 :: As Sete Vampiras …. Luís Terra
1981 :: O Sequestro …. Vilarinho
1980 :: Giselle …. Ângelo
1977 :: Ódio
1977 :: Manicures a Domicílio
1976 :: As Granfinas e o Camelô de Ismar Porto …. Zé Maria
1976 :: As Manicures …. Repórter
1976 :: As Massagistas Profissionais
1975 :: Com as Calças na Mão …. Reg
1975 :: Lucíola, o Anjo Pecador …. Paulo
1975 :: Quando as Mulheres Querem Provas …. Bira
1974 :: Pureza Proibida
1974 :: Oh! Que delícia de patrão
1973 :: Essa Gostosa Brincadeira a Dois …. Carlos
1973 :: Como é boa nossa empregada (Episódio: O Melhor da Festa) …. Honorinho
1971 :: Quando as Mulheres Paqueram
1971 :: Viver de Morrer
1971 :: Lua de Mel e Amendoim (Episódio: Berenice)…. Serginho
1971 :: Soninha Toda Pura …. Betinho
1970 :: Estranho Triângulo …. Durval
1969 :: A penúltima Donzela
1968 :: Copacabana me engana

:: Filmografia como Produtor Executivo ::

1989 :: Solidão, Uma Linda História de Amor

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

BLOG DE LUIZ RANGEL. http://cineastaluizrangel.blogspot.com.br/2011/09/carlo-mossy.html
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Carlo Mossy. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/carlo-mossy/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Carlo Mossy

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.