fbpx

Carlos Vergueiro (1920-1998)

Biografia

Carlos Pereira de Campos Vergueiro, em arte conhecido como Carlos Vergueiro, foi um ator, roteirista e compositor de trilha sonora brasileiro nascido em São Paulo (SP) no dia 01 de janeiro de 1920.

Formou-se advogado, mas não chegou a exercer a profissão, pois deu preferência à sua carreira artística, onde iniciou como crítico musical.

Em 1948, começou a trabalhar como ator no Teatro Experimental, dirigido por Alfredo Mesquita. Estreia na peça À Quoi Revent Les Jeunes Filles, de Musset. Participou da fundação do TBC e foi o seu primeiro diretor, participando de montagens históricas – Seis Personagens à Procura de um Autor, com Cacilda Becker; e Ralé, com Maria Della Costa.

Estreou no cinema em 1949, no lendário curta O Roubo do Brilhante, trabalho considerado o embrião da Vera Cruz. Depois faria somente mais um filme, em 1950, Caiçara, primeira produção da Vera Cruz, com destacado papel, mas que acaba sendo sua única experiência profissional nessa área. Depois disso, assumiu o cargo de diretor artístico da Rádio Eldorado, emissora em que também foi um dos fundadores. Durante mais de 30 anos, criou programas líderes de audiência – Um Piano ao Cair da Tarde e Música de Concerto.

Carlos Vergueiro compôs a trilha sonora dos filmes Roteiro dos Pampas (1963) e Isto é São Paulo (1970) e escreveu o roteiro de Sinhá Moça (1953) e Uma Pulga na Balança (1953), ambos da Vera Cruz.

Na televisão, atuou também em apenas uma novela, Roda de Fogo, pela TV Globo, em 1985, também em destacado papel, como o pai de Bruna Lombardi. Nunca quis desenvolver sua carreira de ator, embora tivesse talento para isso. Revendo o filme Caiçara, do longínquo ano de 1950, podemos ver sua habilidade de ator, ao interpretar Manuel, o sócio de Abílio Pereira de Almeida, que, apaixonado por sua mulher, a bela Eliane Lage, não pensa duas vezes e assassina o amigo.

Foi casado com Zilah Maria Pederneiras Fontainha, com quem teve três filhos, Guilherme, Maria Luíza e Carlinhos Vergueiro, que é cantor e compositor.

Faleceu em 31 de março de 1998, aos 78 anos, de enfarte, no Rio de Janeiro.

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

1950 :: Caiçara
1949 :: O Roubo do Brilhante (CM)

:: Filmografia como Roteirista ::

1953 :: Sinhá Moça
1953 :: Uma Pulga na Balança

:: Filmografia como Autor de Trilha Sonora ::

1970 :: Isto é São Paulo
1963 :: Roteiro dos Pampas

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Carlos Vergueiro. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/carlos-vergueiro/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.