fbpx

Carnaval em Marte (1955)

Sinopse

Época de carnaval no Rio de Janeiro. D. Petrolina sonha em ser coroada Rainha do Carnaval e todo o movimento da votação para este concurso é por ela seguido com grande interesse pelo rádio. Mas sua apreensão se torna ainda maior quando os resultados do concurso são interrompidos para noticiar coisas sobre discos voadores. Chaveco, o cabo eleitoral de D. Petrolina, vem agravar ainda mais a tensão nervosa de sua candidata ao gastar na gafieira, “Não empurra que é pior”, todo o dinheiro que esta havia lhe dado para a compra de votos. Ao saber disto, D. Petrolina é tomada de grande raiva e vai à tal gafieira para tentar reaver o dinheiro. Arma-se então uma grande confusão, empurra-não-empurra, e D. Petrolina é atingida na cabeça por um vaso. Desmaiada e com seu subconsciente já todo tomado pela “onda” de discos voadores, ela sonha que é a “Rainha de Marte”, onde verdadeiras peripécias acontecem. Mas em Marte não existem homens e, agora sob o controle da nova “rainha”, expedições à Terra são organizadas no sentido de conseguir suprir aquela falta. As primeiras expedicionárias chegam ao nosso mundo em pleno carnaval, e tão encantadas ficam que o levam para seu planeta onde então se realiza o “Carnaval em Marte”.

Elenco

Ferraz, Violeta (D. Petrolina)
Catalano …. Catarino
Pituca
Silva Filho (Chaveco)
Macedo, Zezé (Justina)
Elias, Oswaldo
Couto, Armando
Maia, Déo
Maia, Edmundo
Rodrigues, Benedito
Marchelli, Vicente
Sequeira, Walter
Telles, Sylvia
Duval, Selma
Marim, Neida
Curi, Alberto
Bruneti, Pina
Anselmo Duarte …. Ricardo
Soares, Ilka (Lidia)
Angela Maria

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Carnaval em Marte (1955) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Watson Macedo
Argumento: Watson Macedo
Roteiro: Watson Macedo e Duarte, Anselmo
Diálogos: Azevedo, Alinor; Eliachar, Leon
Assistência de direção: Oliveira, Rafael de
Continuidade: Macedo, Geny
Coreografia: Nardone, Norbert
Produção: Watson Macedo
Direção de produção: Lopes, Murillo
Produtor associado: Duarte, Anselmo; Acácio, Roberto
Assistência de produção: Prado, Rodolfo
Gerente de produção: Lourenço, Elias
Direção de fotografia: Eichhorn, Edgar; Luca, Giulio de
Câmera: Stamato, Guilherme
Assistência de câmera: Azevedo, Gilberto; Pedrosa, Genival
Eletricista: Oswaldo; Sergio
Direção de som: Viana, Alberto
Montagem: Macedo, Watson; Duarte, Anselmo
Assistente de montagem: Macedo, Dickson; Macedo, Geny
Figurinos: Souza, Elia M. de; Mota, Oswaldo
Cenografia: Queiroz, Gabriel; Baldissara, Ayres; Pacheco, Eudoro
Desenho de produção: Rico, Heitor
Contra-regra/acessórios de cenografia: Rocha, Álvaro
Arranjos musicais: Gnatalli, Alexandre
Companhia(s) produtora(s): Brasil Vita Filmes S.A.
Companhia(s) distribuidora(s): Unida Filmes S.A.; Cinedistri – Companhia Produtora e Distribuidora de Filmes Nacionais

Dados adicionais de música
Regente Maestro: Gnatalli, Alexandre

Instrumentista: Gnatalli, Alexandre

Canção
Título: Não vou morrer;
Autor da canção: Lobo, Haroldo e Oliveira, Milton de;

Título: Judas;
Autor da canção: Lobo, Haroldo e Nasser, David;

Título: Tem nego bebo aí;
Autor da canção: Amorim, Mirabeau Ayrton;

Título: Se você pensa;
Autor da canção: Alencar, Cesar de;

Título: No Japão é que é bom;
Autor da canção: Lobo, Haroldo e Oliveira, Milton de;

Título: Ninguém tem pena;
Autor da canção: Lobo, Haroldo e Oliveira, Milton de;

Título: Água lava tudo, A;
Autor da canção: Paquito; Gentil, Romeu e Gonçalves, R.;

Título: Pé na tábua;
Autor da canção: Medeiros, Heraldo;

Título: Tens que penar;
Autor da canção: Almeidinha; Lourenço, A. e Rib., Peri;

Título: Enchente da maré;
Autor da canção: Filho, J. e Uzema;

Título: Jogado fora;
Autor da canção: Rei, Ruy e Dunga;

Título: Deixa;
Autor da canção: Reis, Norival e Batista, José;

Título: Rio e amor;
Autor da canção: Marnet, Bruno;

Título: Carnaval
Autor da canção: Ferreira, Djalma;

Intérprete: Maria, Ângela; Veiga, Jorge; Batista, Linda; Peixoto, Cauby; Borba, Emilinha; Almeida, Cesar de e Costa, Carmem;

Autor da canção: Costa, Araci

Intérprete: Goulart, Jorge; Ruy Rei e sua Orquestra; Bandeirante e seus Melódicos; Rey Tabajara do Brasil; Real Clube Escola; Império do Frêvo; Escola de Samba da Mangueira e Estação Primeira

Bibliografia

Fontes utilizadas:
ALSN/DFB-LM

Fontes consultadas:
ACPJ/I
SA/EMP

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Carnaval em Marte (1955)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.