fbpx

Carreiras (2006)

Sinopse

Cheirando gramas de cocaína, Ana Laura, 40 anos, linda e bem informada, âncora de televisão ,enfrenta sua longa “noite de loucuras” tentando romper com o “sistema”. Sua mágoa é ter perdido seu status dentro da emissora em que trabalha, sendo agora preterida por moças mais jovens. No raiar da manhã, uma surpres a a espera, fazendo reverter o rumo dos acontecimentos.

O filme de Domingos Oliveira é rodado em vídeo digital e protagonizado por sua mulher Priscila Rozenbaum, que levou o prêmio de melhor atriz em Gramado por Separações.

Antes dos créditos iniciais, ao som de What a wonderful world, na voz de Louis Armstrong, Domingos Oliveira inseriu uma breve carta ao espectador. Ela surge em cartões sobre tela preta, à la cinema mudo, intercaladas com imagens dos bastidores da filmagem, à la making-of. O diretor explica as condições de produção do filme e diz que ele custou de cinco a dez vezes menos que o orçamento usual de um filme brasileiro.

O filme Carreiras é uma adaptação livre da peça Corpo a corpo, de Oduvaldo Viana Filho.

Elenco

Domingos Oliveira
Paulo Carvalho
Fabio Florentino
Priscilla Rozenbaum

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Carreiras que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Domingos Oliveira
Roteiro: Domingos Oliveira
Produção: Teatro Ilustre
Produção executiva: Renata Paschoal
Música: Joaquim Assis
Fotografia: Dib Lufit
Direção de arte: Ronald Teixeira
Edição: Natara Ney

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.