fbpx

Casa das Antiguidades (2020)

Sinopse

Cristovam (Antônio Pitanga) é um “caipira” do interior do Brasil que busca em outras terras melhores condições de trabalho. Mas, o contraste cultural e étnico da nova morada em relação à sua terra natal provoca no vaqueiro um processo de solidão e perda de identidade. Boatos e maldades dos habitantes locais o levam ao desespero e a decisões equivocadas, fazendo-o perder a razão e a lucidez. Sem saída, ele passa a reviver o passado para suportar o presente.

Trata-se do primeiro longa-metragem do premiado diretor João Paulo Miranda Maria, está na seleção oficial de Cannes 2020. O filme é produzido pela brasileira BeBossa e pela francesa Maneki Films, em coprodução com o Canal Brasil. O roteiro foi desenvolvido pelo próprio diretor na Residence de Cannes – Cinéfondation, com a supervisão de Miguel Machalski (o mesmo de Los Perros, O Verão dos Peixes Voadores) e a colaboração de Felipe Sholl (de Fala Comigo).

No longa, Antônio Pitanga dá vida a Cristovam, um homem simples do interior que precisa mudar de cidade em busca de melhores condições de vida e trabalho. Porém, ele precisa se adaptar a uma realidade diferente daquela que estava acostumado, sofrendo com a solidão e o preconceito dos moradores locais.

Casa das Antiguidades tem ainda no elenco o belga Sam Louwyck (Cargo), Ana Flávia Cavalcanti (de Corpo Elétrico), Aline Marta Maia (de Serial Kelly) e Gilda Nomacce (“As Boas Maneiras”). A direção de fotografia é de Benjamín Echazarreta, fotógrafo de Uma Mulher Fantástica, longa vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, a montagem é de Benjamin Mirguet (de Batalla En El Cielo) e composição sonora musical de Nicolas Becker (o mesmo de Gravidade).

O filme conta com o apoio e patrocínio do FSA (Fundo Setorial do Áudiovisual), CNC (Centre Nacional du Cinema – FR), Hubert Bals Fund, Cine en Construccion – Toulouse e Projeto Paradiso.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Casa das Antiguidades (2020) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: João Paulo Miranda Maria
Roteiro: João Paulo Miranda Maria
Direção de Fotografia: Benjamín Echazarreta
Montagem: Benjamin Mirguet
Trilha Sonora: Nicolas Becker
Empresas Produtoras: BeBossa | Maneki Films
Coprodutora: Canal Brasil
Distribuição: Pandora Filmes

Bibliografia

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. . Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/
PANDORA FILMES. http://www.pandorafilmes.com.br/casa-de-antiguidades-de-joao-paulo-miranda-esta-na-selecao-oficial-de-cannes/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Casa das Antiguidades (2020)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.