fbpx

Cine Caixa Belas Artes – São Paulo – SP

Histórico

O Cine Belas Artes incluiu em sua programação diária uma atividade que há muito tempo deixou de fazer parte do cotidiano do cinéfilo paulistano: um cineclube, onde serão exibidos filmes antigos e contemporâneos, inseridos em ciclos temáticos. O acesso será aberto para o público em geral, mediante a compra de ingresso na bilheteria do cinema, ou para aqueles que quiserem se associar ao cineclube basta escolher um plano (trimestral, semestral ou anual) e desfrutar de vários outros privilégios que a iniciativa reserva para todos os “cinéfilos de carteirinha”, fiéis freqüentadores do Belas Artes.

André Sturm, diretor da Pandora Filmes, é sócio do Cine Belas Artes, que oferece uma das mais variadas programações da cidade.

Para caracterizar a programação mensal do Cineclube, foi idealizado um formato constituído por quatro filmes, sendo um filme por semana, em sessão única, diariamente, seguindo os seguintes temas: Conjunto da Obra (filmes de um mesmo diretor, ator, atriz, roteirista, diretor de fotografia e escritor, em casos de adaptações de obras literárias), Dois em Um (mês dedicado a dois cineastas, com exibição de dois filmes de cada um, em casos de diretores cuja filmografia disponível em cópias 35 mm não seja suficiente para suprir as quatro semanas do mês, possibilitando a formação de duplas que tenham algo em comum em termos de estilo, nacionalidade, etc…) e Coletânea (quatro filmes que possuam elementos similares como tema, estilo, época, fonte inspiradora, perfil dos personagens, etc).

NOITÃO BELAS ARTES
Retomando uma tradição há anos inativa em São Paulo as atividades cinematográficas madrugada adentro reencontraram o seu saudoso (e renovado) público no Noitão, o já badalado evento que vem reunindo espectadores cinéfilos tanto quanto animados notívagos de faixas etárias e classes sociais variadas, desde junho de 2004, no reformado Belas Artes.

O Noitão acontece uma vez ao mês (sempre na segunda sexta-feira do mês), com início à meia-noite, abrindo com um filme em pré-estréia, seguido de outro filme, não necessariamente inédito, mas de alguma forma relacionado ao primeiro, o que possibilita a inspiração de um tema para “batizar” cada evento, idéia que prevalece até o esperado “filme-surpresa”, revelado somente no momento da projeção, para encerrar a jornada. Há um intervalo de 20 minutos entre cada sessão para um cafezinho, uma passada de água no rosto, ou mesmo para uma boa espreguiçada. No momento em que os espectadores retomam seus lugares na platéia, ocorrem sorteios de filmes em DVD, livros e ingressos exclusivos do Cine Belas Artes. Para selar a divertida maratona, ao amanhecer do sábado, a produção oferece um delicioso café da manhã para despertar e aquecer os comentários entre os grupos de velhos e novos amigos, recém-conhecidos ao longo dos “noitões”.

Em meio à diversidade de tipos que o Noitão acolhe, saudosos são aqueles com mais de 50 anos, que na década de 60/70, freqüentavam as sessões noturnas do antigo Cine Marachá, na Rua Augusta, assim como os atuais trintões, que nos anos 80 varavam a noite no extinto Cineclube Oscarito, na praça Roosevelt, do qual André Sturm, hoje sócio e programador do Cine Belas Artes, responsável pela volta do Noitão, foi sócio-fundador. A nova geração também não se cansa de agradecer pela iniciativa e de comparecer em número cada vez maior, ávida por diversão, cultura e boa convivência. Viva o Noitão!

Ingresso para o Noitão: R$ 18,00 (estudantes pagam meia-entrada)
Belas Artes – Rua da Consolação, 2423 – São Paulo – SP
Tel.: 11 3258-4092

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/cine-belas-artes-sp/

PORTAL EXIBIDOR. Sala drive-in do Caixa Belas Artes encerra suas atividades. Disponível no endereço: https://www.exibidor.com.br/noticias/mercado/6859-sala-drive-in-do-caixa-belas-artes-encerra-suas-atividades. Acesso em: 25 de abril de 2017.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.