fbpx

Cine Busch – Blumenau – SC

Histórico

O Cine Busch foi um cinema de rua localizado na Alameda Rio Branco, na cidade de Blumenau (SC). Hoje já extinto, seu prédio onde funcionava permanece preservado e tombado pelo município, onde está instalado um Centro de Convenções.

Seu proprietário era Frederico Busch, empresário pioneiro de uma sala fixa para sessões de cinema no Estado de Santa Catarina, fundando no Salão Holetz, em 1904, aquele que seria conhecido anos mais tarde como Cine Busch.

Catarinense, natural de Santo Amaro da Imperatriz, onde nasceu em 29 de dezembro de 1865, Frederico Guilherme Busch veio para Blumenau em 1888 e de tal forma atuou na vida social e econômica do município que logo se tornou uma das suas figuras mais destacadas.

A cidade de Blumenau lhe ficou devendo iniciativas pioneiras; não só o cinema, mas também a exportação de laticínios, a construção da primeira usina de energia elétrica no Vale do Itajaí, o transporte de cargas e passageiros entre Blumenau e Itajaí pelo vapor “Gustavo”, diretor e sócio proprietário da Empresa Industrial Garcia 1900/1906, a fabricação de fósforos, que ficaram famosos pela criatividade das embalagens. Também trouxe para Blumenau o primeiro automóvel, em 1903, e a primeira companhia lírica da Europa a apresentar-se no Teatro Frohsinn.

Faleceu em 1943. Seu filho, Frederico Busch Júnior sucedeu-lhe na administração do cinema e foi prefeito de Blumenau duas vezes na década de 50.

Em 1992, o Cine Busch, até então arrendado à Empresa Lageana de Cinema, fechou definitivamente suas portas. Os herdeiros de Busch haviam vendido a propriedade ao empresário do ramo hoteleiro, Cláudio Gaertner, que reformou o prédio, guardando as características originais, ali instalando um Centro de Convenções.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.