fbpx

Cine Excelsior: Indefinição marca o futuro de patrimônio

Notícia

História. Cinema possuía capacidade para mais de mil pessoas.

A apreensão diante da incerteza do futuro do Cine Excelsior, espaço histórico da cidade de Juiz de Fora, fundado em 1958, tomou conta de um grupo de moradores do município da Zona da Mata mineira. Nesta semana, eles foram surpreendidos com a retirada de parte do mobiliário e com o início de uma obra no prédio que fica no centro da cidade e está fechado desde 1994.

“Como corria um processo para que ele fosse considerado espaço de interesse cultural, na teoria não poderia ter sido feita nenhuma mudança no local”, explicou o vereador Flávio Cheker. Desde a década de 90, os moradores movem ações na Justiça como estratégia para impedir que o imóvel seja depredado – já que, enquanto os processos estão sendo avaliados, é proibida qualquer alteração no ambiente.

Porém, a última ação – apresentada em março deste ano – não obteve resposta oficial, segundo Cheker. “Eu solicitei informação da prefeitura e da Câmara, que não me retornam há mais de seis meses”, disse.

De acordo com o pesquisador e cineasta Franco Groia, um dos militantes pela manutenção do patrimônio, a atual administração do Cine Excelsior não tem interesse em manter o local como espaço cultural.

“É o maior cinema do interior do Estado, com capacidade para mais de mil pessoas, mas o imóvel tem sido usado para especulação imobiliária, já que fica numa área muito valorizada da cidade”, disse o pesquisador.

Ainda segundo Franco, o atual proprietário, que comprou o imóvel há pouco mais de um ano, estaria tentando alvarás de funcionamento para um estacionamento ou uma feira popular com vários estandes. “Ele não tem preocupação em relação à permanência de uma atividade cultural”, ressaltou. Procurado pela reportagem de O TEMPO, o atual proprietário do local não foi encontrado.

Fonte de Referência

O TEMPO – ON LINE. Disponível no endereço: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=189042,OTE&IdCanal=6. Acesso em: 27 de nov. de 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.