fbpx

Cinema Novo – o Filme (2016)

Trailer

Sinopse

POSTER Cinema NovoCinema Novo é um filme-ensaio que investiga poeticamente o principal movimento cinematográfico latino-americano, através do pensamento dos seus principais autores: Nelson Pereira do Santos, Glauber Rocha, Leon Hirszman, Joaquim Pedro de Andrade, Ruy Guerra, Cacá Diegues, Walter Lima Jr., Paulo Cézar Saraceni, entre outros.

Cinema Novo, novo longa-metragem de Eryk Rocha (o mesmo de Rocha que Voa, Transeunte e Campo de Jogo), foi selecionado para a Mostra Oficial Cannes Classics, do Festival de Cannes 2016, seção voltada para filmes clássicos e do patrimônio do cinema mundial em cópias restauradas, além de filmes que homenageiam o cinema. O festival transcorreu entre 11 e 22 de maio de 2016.

O diretor Eryk Rocha comemora a seleção: Em 2004, apresentei em Cannes o curta Quimera, que participou da Competição Oficial. É uma grande alegria voltar a Cannes 12 anos depois para apresentar o documentário Cinema Novo. Acredito que esse é um momento pertinente para o nascimento desse filme, que traz a força, a poesia e a política desse movimento que fecundou e inventou uma nova forma de fazer cinema no Brasil. Uma geração que imaginou o cinema inserido num projeto maior de país. O desejo do filme foi mergulhar na aventura da criação dos seus autores e suas poéticas. Lançar o Cinema Novo no presente, em pleno movimento, e perceber como esses filmes seguem ecoando e dialogando visceralmente com o Brasil contemporâneo. Uma das matrizes que o filme quer revelar é a interrupção que o movimento sofreu a partir do golpe civil-militar de 1964, e o trágico desdobramento do Ato 5, em 1968. Nesse momento, estamos vivenciando um iminente risco de golpe institucional e novamente, uma interrupção. Apesar de serem contextos históricos distintos, há graves semelhanças entre esses dois processos.

Cinema Novo concorreu ainda ao prêmio L´Oeil D´or (Olho de Ouro) que é entregue ao Melhor documentário do Festival de Cannes, escolhido a partir de todos os documentários selecionados em todas as mostras, oficiais e paralelas. O júri desse ano é presidido pelo italiano Gianfranco Rosi, diretor de Fuocoammare, grande vencedor do Festival de Berlim 2016, e composto pelo jornalista brasileiro Amir Labaki, diretor do Festival É Tudo verdade; pela cineasta francesa Annie Aghion; pela atriz belga Natascha Regnier e pelo o produtor francês Thierry Garrel.

Sobre o documentário Cinema Novo, Eryk complementa: O embrião do projeto nasceu de uma conversa que tive com o Canal Brasil. O produtor do filme é o Diogo Dahl, que tem uma ligação afetiva com o tema e tem sido um grande parceiro nessa caminhada. Cinema Novo é um filme-ensaio composto de múltiplos fragmentos de filmes e arquivos, e é fruto de um longo e denso processo de nove meses de montagem que contou o com magnifico trabalho do montador Renato Vallone. Nesse sentido foi essencial a participação das diversas famílias dos autores que nos ajudaram a construir esse filme. Nesse momento, estamos na reta final do som que está sendo realizado pelo Edson Secco, outro talentoso criador, com o qual realizei meus filmes anteriores Transeunte e Jards. Esse é um projeto fruto de parcerias de longa data e estou feliz que ele seja apresentando em Cannes por todos esses parceiros também.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Cinema Novo – o Filme que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Eryk Rocha
Produção: Diogo Dahl
Montagem: Renato Vallone
Desenho Sonoro: Edson Secco
Coordenação de Produção: Joelma O. Gonzaga
Empresas Produtoras: Coqueirão Pictures | Aruac Filmes
Empresas Coprodutoras: Canal Brasil | FM Produções
Distribuição: Vitrines Filmes
Vendas Internacionais & Festivais: Figa Films

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Cinema Novo – o Filme (2016)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.