fbpx

Cláudia Raia

Biografia

Maria Cláudia Motta Raia, em arte conhecida por Cláudia Raia, é uma atriz, dançarina, cantora e produtora teatral brasileira, nascida na cidade de Campinas (SP) no dia 23 de dezembro de 1966.

Seu primeiro trabalho profissional foi aos 10 anos de idade, como manequim do costureiro Clodovil Hernandes. Aos 11 anos fez um tratamento para controlar o excesso de crescimento; aos 13 anos de idade já estava com 1,70 metro de altura, e isto a fazia se considerar desengonçada.

No início de carreira de bailarina dançou profissionalmente nos Estados Unidos e na Argentina. Aos 13 anos, ganhou uma bolsa para estudar balé em Nova York e ficou lá por 4 anos. Estreou aos 17 anos na televisão brasileira como a personagem Carola, contracenando com o ator Jô Soares no quadro “Vamos Malhar” do programa Viva o Gordo, na Rede Globo.

Aos 15 anos de idade, participou da versão brasileira do musical A Chorus Line, fazendo o papel de Sheila, uma personagem dezoito anos mais velha. Em 1984, posou pela primeira vez para a edição brasileira da revista masculina Playboy, ainda com o nome de Maria Cláudia. Posou novamente em 1985 e 1986, já como Cláudia Raia.

Em 1987, fez a feirante Tancinha da novela Sassaricando e depois em 1988, surpreendeu como a presidiária Tonhão, no quadro As Presidiárias, no programa TV Pirata. O enorme sucesso das personagens lhe garantiu o reconhecimento como atriz.

Em 1984, começou a namorar o humorista Jô Soares. O romance durou dois anos. Casou com o ator e modelo Alexandre Frota em dezembro de 1986 e com ele permaneceu até 1989. Foi casada durante 17 anos com o também ator Edson Celulari, por quem se apaixonou durante as gravações da telenovela Deus nos Acuda, na qual faziam par romântico em 1992. Os dois anunciaram a separação no dia 26 de julho de 2010, de forma amigável. Eles tiveram dois filhos: Enzo e Sofia.

No inicio do ano de 1997, com 4 anos de casamento, Edson e Cláudia, tiveram Enzo. Cláudia foi convidada para fazer a vampira Mina da novela O Beijo do Vampiro, quando estava grávida pela 2ª vez. O autor usou a gravidez da atriz e a inseriu na história de sua personagem. Mina daria à luz no capítulo 109, no ar em 30 de dezembro de 2002, uma segunda-feira. Cláudia, então, deixou a trama e teve Sophia no início de 2003. Depois retornou à novela só nos últimos capítulos para finalizar o desfecho da personagem Mina.

Claudia Raia atuou como Donatela Fontini da novela A Favorita, uma mulher que é acusada de um crime que a sua ex-melhor amiga Flora (Patrícia Pillar) cometeu. Foi sua primeira protagonista no horário nobre. Seu sofrimento era tão grande na história que causou comoção nacional. Em 2010, a atriz participou da novela Ti Ti Ti como a madame Jaqueline.

Cláudia Raia esteve em 8 capas de trilhas sonoras de novelas/minissérie: foram 7 novelas e 1 minissérie. É simpatizante do Movimento Humanos Direitos.

Filmografia

:: Filmografia como Atriz ::

2014 :: O Duelo
2011 :: Retrato Falhado…. Kelly
2009 :: Os Normais 2 – A Noite Mais Maluca de Todas …. Débora
2003 :: Xuxa Abracadabra …. madrasta
2001 :: Rugrats em Paris: O Filme …. Coco La Bouche
1991 :: Matou a Família e Foi ao Cinema …. Márcia
1990 :: Boca de Ouro …. Guigui
1989 :: Kuarup …. Sônia
1986 :: Cida, a Gata Roqueira

:: Filmografia como Ela Mesma ::

2009 :: Dzi Croquettes

Prêmios

1985 – Prêmio APCA…. revelação feminina por Roque Santeiro
1986 – Troféu Imprensa…. revelação do ano por interpretar Ninon em Roque Santeiro
2005 – Prêmio Contigo…. melhor atriz coadjuvante por Belíssima
2005 – Prêmio Qualidade Brasil…. melhor atriz coadjuvante por Belíssima
Eleita pela revista Criativa uma das 25 mulheres mais criativas de 2007.
2010 – Prêmio Contigo…. melhor atriz coadjuvante por Os Normais 2 – A Noite Mais Maluca de Todas
2011 – Melhores do Ano …. melhor atriz por Ti Ti Ti
2011 – Prêmio Contigo…. melhor atriz por Ti Ti Ti

Bibliografia

Internet:

BLOG MARIA CLÁUDIA RAIA. http://mariaclaudiaraia.blogspot.com.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Cláudia Raia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.