fbpx

Cláudio Corrêa e Castro (1928-2005)

Biografia

FOTO Claudio Correa e CastroCláudio Luis Murguel Corrêa e Castro, em arte conhecido como Cláudio Corrêa e Castro, foi um ator, autor e diretor teatral brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 28 de janeiro de 1928. Como artista, foi um dos principais nomes da dramaturgia nacional. Faleceu em 16 de agosto de 2005.

Formou-se em Pintura pela Escola Nacional de Belas Artes (Enba), e em direção pela Fundação Brasileira de Teatro (FBT). Começou sua carreira no teatro. Estreou no teatro em 1954. Participou da Companhia Tônia-Celi-Autran. Seu maior desempenho nos palcos foi em Galileu Galilei, de Brecht, no Teatro Oficina em 1969. Fez a princípio, teatro, cinema, e posteriormente foi para a televisão, e a ela se dedicou inteiramente durante sua carreira.

Como autor, inicia no Tablado, depois funda o Teatro da Praça. Participou das peças Abelardo e Heloísa, Pequenos Assassinatos, Pequenos Burgueses, Caiu o Ministério e Galileu Galilei, considerado pela crítica como seu maior sucesso nos palcos. Foi também diretor teatral, inaugurando o Teatro Guaíra, de Curitiba, com o espetáculo Um Elefante no Caos, de Millôr Fernandes, em 1963. Dirigiu muitas outras peças, como A Vida Impressa em Dólar, de C.Odets; A Megera Domada, de Shakespeare; e O Santo Milagroso, de Lauro Cesar Muniz, etc.

Estreou no cinema em 1959 no filme É um Caso de Polícia, seguindo-se de muitos outros como Cinco Vezes Favela (1962) e O Caso Cláudia (1979).

Estreou na televisão em 1968, na novela A Muralha. Nos anos 1970, dedicou sua carreira mais à televisão, emplacando sucessos como Meu Pé de Laranja Lima, no papel do simpático português Manoel Valadares, seguindo-se Mulheres de Areia (1973), Os Inocentes (1974), O Rei do Gado (1996) e Anjo Mau (1997).

Apareceu na TV Excelsior fazendo “A Muralha”, “Dez Vidas”, no papel do Visconde de Barbacena, depois fez “Sangue do Meu Sangue”; “A Menina do Veleiro Azul”, “Os Estranhos”. Esteve a seguir na TV Globo, para passar imediatamente para a TV Tupi de São Paulo, onde ficou por oito anos consecutivos.

Na TV Tupi fez “Meu Pé de Laranja Lima”; “Nossa Filha Gabriela”; “Signo da Esperança”; “Camomila e Bem-Me-Quer”; “Mulheres de Areia”; “Os Inocentes”; “A Viagem”; “Xeque-Mate”; “O Julgamento”; “O Profeta”.

Fazia ao mesmo tempo cinema e também teatro. Foi por essa época que fez o papel principal no teatro em “Galileu, Galilei”, com imenso sucesso. Depois dessa fase, voltou para a s TV Globo, onde permaneceu até o fim. Começou em 1978, em “Dancin’ Days”.

A seguir estão algumas das novelas que ele fez na Rede Globo de Televisão: “A Gata Comeu”; “Paraíso”; “Transas e Caretas”; “Hipertensão”; “Bambolê”; “Tieta”; “O Dono do Mundo”; “Deus nos Acuda”; “Pátria Minha”; “Incidente em Antares”; “O Rei do Gado”; “Anjo de Mim”; “A Padroeira”; “O Quinto dos Infernos”; “Esperança”; “A Casa das Sete Mulheres”; “Kubanacan”; “Chocolate com Pimenta” e algumas outras. Além de novelas, Cláudio participou de minisséries de sucesso e ainda alguns seriados.

Fez 53 novelas, 36 na TV Globo, sendo a última Chocolate com Pimenta, de 2003, com texto de Walcyr Carrasco e direção de Jorge Fernando, na qual interpretou o Conde Klaus von Gurgo, mas depois fez uma pequena parti cipação em Senhora do Destino, como Dr. Afonso.

Cláudio Corrêa e Castro faleceu no dia 16 de agosto de 2005, no Hospital das Clínicas de Niterói, aos 77 anos, de falência múltipla dos órgãos. Sofria hipertensão, obesidade e diabetes e havia passado por uma recente cirurgia. Em 26 de abril de 2005, submeteu-se a uma bem-sucedida cirurgia cardíaca, tendo alta em 06 de maio. Mas voltou a ser internado para tratar de um quadro infeccioso decorrente de ferida operatória na perna esquerda e no antebraço esquerdo.

Foi casado com a atriz Ileana Kwasinski, com quem teve um filho, Guilherme.

Filmografia

2004 :: Irmãos de Fé
2001 :: Minha Vida em Suas Mãos
2000 :: Xuxa Popstar
2000 :: Duas Vezes com Helena
1999 :: Mauá – O Imperador e o Rei
1999 :: Tiradentes
1997 :: O Noviço Rebelde
1989 :: O Grande Mentecapto
1981 :: Engraçadinha
1980 :: Os Sete Gatinhos
1980 :: Prova de Fogo
1979 :: O Caso Cláudia
1977 :: Elas São do Baralho
1976 :: Tiradentes, o Mártir da Independência
1973 :: Amante muito Louca
1967 :: O Mundo Alegre de Helô
1962 :: Cinco Vezes Favela (episódio “Couro de Gato”)
1959 :: Helena (Inacabado)
1959 :: Um Homem Fora do seu Meio (Inacabado)
1959 :: É um Caso de Polícia

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Cláudio Corrêa e Castro (1928-2005)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.