fbpx

Clóvis Molinari Jr. (1953-2019)

Biografia

Clóvis Molinari Jr. foi um cineasta, diretor de fotografia, pesquisador e curador brasileiro nascido em Catanduva (SP) em 25 de setembro de 1953. Chegou ao Rio de Janeiro em 1974 para estudar história na UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro).

No Departamento Cultural da Universidade, sob a supervisão de Silvio Correia Lima, é realizado um curso de cinema para os estudantes de diversas disciplinas, em que é professor. Uma das etapas do curso seria a realização de um filme em Super-8 com equipamentos amadores da UERJ. O primeiro da série foi A Gaiata Ciência, produzido sob a inspiração e o impacto das aulas do Professor Cláudio Ulpiano. Desse movimento, nasce a ideia de criar, com alguns amigos, o grupo Ateliê Super-8.

Estreou como Diretor de Fotografia em 1974, no filme Cacos, em Super-8, que mostras aspectos da cidade do Rio de Janeiro em tempos de construção do Metrô.

Depois, na esteira do ateliê, nasce o Das Trixuplas, cuja inauguração se deu na ESDI – Escola Superior de Desenho Industrial. Primeira e única sessão, pois o grupo seria expulso do espaço pela direção da escola em decorrência do escândalo provocado pelo filme de estreia: Nosferato do Brasil, de Ivan Cardoso, com Torquato Neto.

Entre 1978 e 1984, documenta, sempre em formato Super-8, no Rio de Janeiro, fatos marcantes como o incêndio do Museu de Arte Moderna em 1978; a eleição de Brizola para o Governo do Estado em 1982; a Campanha das Diretas Já em 1984; etc.

Entre 1981 e 1982, produziu, dirigiu, fotografou e montou diversos filmes nessa bitola, alguns em parceria com Ricardo Favilla. Trabalha há muitos anos no Arquivo Nacional.

Em 2002, criou o Recine – Festival de Cinema de Arquivo, que, a partir de 2004 passa a ser internacional e, em 2010 leva ao ar um antigo projeto, o programa Super-8 – Tamanho Também é Documento, veiculado pelo Canal Brasil, que resgata imagens raras registradas na bitola Super-8 na década de 70.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor de Fotografia ::

1998 :: A UERJ e Seu Tempo (MM)
1983 :: A Redemocratização Vista de Casa (CM)
1982 :: Na Zona do Agrião (CM)
1982 :: Céu em Transe (CM) (cofot.: Ricardo Favilla)
1982 :: Parada de Lucas (CM)
1981 :: Brizola na Cabeça (CM)
1981 :: A Degola Fatal (CM) (cofot. Ricardo Favilla)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 1 (CM) (cofot. Antonio Garcia)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 2 (CM) ((cofot. Antonio Garcia)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 3 (CM) (cofot. Antonio Garcia, Ricardo Favilla e Antonio Garcia)
1981 :: Praia do Flamengo, 132 (CM) (cofot. Ricardo Favilla)
1980 :: Sinais de Pólvora (CM)
1979 :: A Descrição Parintins (CM)
1979 :: Discurso de Formatura (CM)
1978 :: Lissergia (CM)
1977 :: A Gaiata Ciência (CM)
1977 :: Estudantes nas Ruas, Polícia nos Calcanhares (CM)
1974 :: Cinelândia (CM)
1974 :: Made in Glória (CM)
1974 :: Cacos (CM)

:: Filmografia como Diretor ::

1982 :: Na Zona do Agrião (CM)
1982 :: Céu em Transe (CM) (codir.: Ricardo Favilla)
1981 :: A Degola Fatal (CM) (dir., fot.) (codir. Ricardo Favilla)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 1 (CM) (dir., fot.) (codir André Andries, Antonio Garcia, Rudi Santos e Maurício Lissovsky)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 2 (CM) (dir., fot.) (codir André Andries, Antonio Garcia, Rudi Santos e Maurício Lissovsky)
1981 :: Cine-Jornal Lente Divergente Número 3 (CM) (dir., fot.) (codir André Andries, Antonio Garcia, Rudi Santos e Maurício Lissovsky)
1981 :: Praia do Flamengo, 132 (CM)
1980 :: Sinais de Pólvora (CM)
1979 :: Discurso de Formatura (CM)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

CINEMATECA BRASILEIRA. Nota de Falecimento. Disponível no endereço: http://cinemateca.org.br/nota-de-falecimento-clovis_molinari_jr/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.