fbpx

Conterrâneos Velhos de Guerra (1991)

Filme

Sinopse

POSTER Conterraneos velhos de guerraDiferente do que nos é apresentado sobre a construção de Brasília onde tudo foi “as mil maravilhas, este documentário mostra a obscura e triste história dos trabalhadores que tanto contribuíram para sua construção. A história começa com o governo de JK espalhando boatos pelo país, queria construir a “nova capital”. Pessoas vindas principalmente do Nordeste, acreditaram em promessas de emprego, fartura, salário, vida digna e um lugar para morar. Mal sabiam que estavam ali para construir uma cidade de poucos e para poucos (cidade construída para abrigar em sua maioria servidores públicos vindos do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, militares de alta patente, etc). Diariamente maltratados, vivendo em condições sub-humanas, operários eram forçados a trabalhar, em nome da “cidade da esperança”. Na verdade, a ganância, a demagogia, a cobiça, a violência do governo e especuladores, foram os responsáveis pela construção de Brasília, juntamente com o sofrimento dos trabalhadores. Relatos revoltantes de chacinas, assassinatos, mortes, covardias de todos os tipos. A todo momento operários caiam de prédios, não havia segurança e sequer socorro, eram enterrados como indigentes. Brasília foi e era praticamente um “cemitério ambulante”, operários eram enterrados em qualquer lugar, inclusive, de baixo da atual Torre de Televisão. Momentos do documentário mostram os idealizadores de Brasília entre outras autoridades, “envergonhados”, tentando esconder as várias mazelas em que os operários eram submetidos, disfarçando a insensatez de estar construindo algo, com suor, sangue e sofrimento alheio. Após a construção de Brasília, estas pessoas foram duramente rechaçadas, sem reconhecimento algum, tratados indignamente e esquecidos, tudo em nome da capital da nova capital do Brasil, Brasília.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Conterrâneos Velhos de Guerra que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Vladimir Carvalho
Roteiro: Vladimir Carvalho
Pesquisa: Vladimir Carvalho
Produção: Vladimir Carvalho
Montagem: Eduardo Leone
Música: Zé Ramalho

Bibliografia

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Conterrâneos Velhos de Guerra. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/conterraneos-velhos-de-guerra/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.