fbpx

Cora (2019)

2064. Cora, uma norueguesa, encontra um documentário inacabado no qual Benjamim, seu pai brasileiro, tentava investigar, 50 anos antes, a história dos próprios pais dele: Teo, que morreu louco quando ele ainda era criança, e Elenir, uma mulher misteriosa de quem ele mal ouviu falar. Em sua investigação, Benjamin descobre que ambos fazem parte de um complexo quebra-cabeça familiar, cheio de traumas e tabus, no qual ele começa a se ver como uma das peças principais. O material presente no documentário de Benjamim é organizado e comentado por sua filha, na tentativa dela de compreender o passado perdido de sua família.

Cora é um filme inteiramente fictício, apresentado ao espectador como se fosse o documentário de uma mulher no futuro, que por sua vez é construído a partir de um documentário feito pelo pai dela no presente, que por sua vez tenta recontar a história da própria família dele no passado. Enquanto essa trama se desenvolve como um autêntico quebra-cabeça, nos aprofundamos na história e na personalidade de uma gama de personagens únicos – vivos e mortos –, representantes de diversas linhagens e gerações de uma São Paulo em constante transformação. Cora investe na pesquisa de linguagem, na soma de camadas audiovisuais e na radicalização de pontos-de-vista para fortalecer as sensações de curiosidade, angústia e incompletude em relação ao que está sendo contado, causando um embaralhamento na cabeça do espectador e um tipo singularmente forte de engajamento com a história.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Cora (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Gustavo Rosa de Moura e Matias Mariani
Roteiro: Gustavo Rosa de Moura e Matias Mariani
Produção: Gustavo Rosa de Moura, Tatiana Leite e Valeria Richter
Empresas Produtoras: Bubbles Project | Nordic Factory Cph
Distribuição: Pandora Filmes

Brasil/Dinamarca | Drama | cor | 81 min. | 2019

Classificação: 14 anos

Bibliografia

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Cora. Disponível no endereço: https://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/cora/
MIRA FILMES. Cora. Disponível no endereço: http://mirafilmes.net/photos/cora

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Cora (2019)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.