fbpx

Coração é terra que ninguém vê

Sinopse

Marilene busca um lugar de afeto e acredita que vai encontrá-lo ao lado de seus netos.

Curta-metragem produzido em Brasília, com patrocínio do Fundo de Apoio a Cultura (FAC) da Secretária de Cultura do Distrito Federal.

Em 2018, o filme Coração é terra que ninguém vê, dirigido por Isabela Vitório, foi selecionado para a programação da Mostra Competitiva Brasileira de Curtas-metragens na Primeiro Plano 2018 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Coração é terra que ninguém vê que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Isabela Vitório
Roteiro: Isabela Vitório

Bibliografia

Livros:

Internet:

FACEBOOK. Coração é terra que ninguém vê. Disponível no endereço: https://www.facebook.com/cetqnv/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Coração é terra que ninguém vê. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/coracao-e-terra-que-ninguem-ve/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

2 comentários sobre “Coração é terra que ninguém vê

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.