fbpx

Correndo atrás (2018)

Sinopse

Ventania é trabalhador e vai tentar de tudo para mudar de vida. Já tendo aceitado diversos bicos para conseguir pagar as contas e com a grana cada vez mais curta, ele tem a ideia de ser um empresário de futebol e se torna um caça-talentos do esporte. É aí que ele conhece Glanderson, um garoto pobre e deficiente físico que, apesar das dificuldades, tem muito talento.

Paulo Ventania (Aílton Graça) acaba de deixar o último de seus diversos empregos. Sem uma formação definida, ele busca uma forma de sobreviver com dignidade, e encontra no papel de empresário de jogador de futebol a chance de mudar sua vida. Percorrendo o subúrbio carioca, Ventania descobre Glanderson (Juan Paiva), um garoto que sonha em ser jogador, mas não teve oportunidade. Improvisando treinamentos, arriscando contatos e desenhando projetos, Ventania expõe seu caráter empreendedor e sua criatividade para alavancar o futuro maior jogador de futebol do Brasil.

Correndo Atrás é um filme brasileiro de longa-metragem dirigido por Jeferson De. Trata-se do terceiro longa-metragem do cineasta (o mesmo de Bróder e O Amuleto), com produção de Clélia Bessa, da Raccord Produções.

Baseado no livro Vai na Bola, Glanderson!, de Hélio de La Peña, Correndo Atrás é ambientado nos dias atuais e começa com Ventania (Aílton Graça) se virando em diferentes bicos para conseguir ganhar dinheiro. Ele vende objetos no sinal, se veste de personagens infantis para animar as crianças e topa qualquer coisa para conseguir pagar as contas. Mas, com a grana cada vez mais curta, ele tem uma ideia e decide ser empresário de futebol e descobrir novos talentos. Para isso, vai precisar da ajuda de amigos que não querem nem vê-lo por perto porque ele deve a todo mundo. A produção começou a ser rodada no dia 21 de agosto de 2016.

O filme é estrelado por Aílton Graça, que faz seu primeiro protagonista no cinema, a comédia conta a história de Ventania, um brasileiro que quer mudar de vida e tenta de tudo para melhorar sua situação. Escrito por Jeferson De e Hélio de La Peña, que também participa como ator, o filme tem elenco quase todo formado por negros, com exceções como Tonico Pereira e Dadá Coelho. Estão no time Lázaro Ramos, Juan Paiva, Teka Romualdo, Rocco Pitanga, Juliana Alves e a dançarina Lellêzinha, do grupo Passinho, estreando no cinema. A direção e produção musical é do rapper BNegão.

O Ventania é um sujeito ímpar, que aposta tudo no Glanderson (Juan Paiva), um garoto pobre, negro e deficiente físico mas cheio de habilidade e suingue. É o único que enxerga nele um futuro promissor, conta a produtora Clélia Bessa. Ventania é um Dom Quixote black, um sonhador. Esse filme é sobre a alegria, e tem um humor negro e literalmente negro. A comédia é uma das melhores maneiras de se fazer crítica social e Correndo Atrás trata desse assunto com leveza, descreve Jeferson De.

Hélio de La Peña interpreta Berinjela, um dos amigos de infância de Ventania, ex-jogador de futebol que virou empresário. É muito legal ver um projeto solitário, que é escrever um livro, virar uma produção coletiva, uma contribuição de várias pessoas, cada uma com sua interpretação, diz Hélio. ‘Correndo Atrás’ é uma comédia macunaímica, define Clélia Bessa.

Correndo Atrás será filmado em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais durante cinco semanas. O patrocínio é da Energisa e da Oi.

O lançamento do filme foi previsto com distribuição da Europa Filmes. A coprodução é da Globo Filmes, RioFilme, Buda Filmes e La Peña Produções.

Elenco

Aílton Graça …. Ventania
Juan Paiva …. Glanderson
Juliana Alves …. Jurema
Tonico Pereira …. Aníbal
Hélio de La Peña …. Berinjela
Lázaro Ramos …. Jerry
Rocco Pitanga …. Uranos
Francisco Gaspar …. Romero
Lellêzinha …. Greice Daiane
Dadá Coelho …. Marizete
Nicole Bahls …. Kátia
Teka Romualdo …. Dona Conceição

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Correndo atrás (2018) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jeferson De
Roteiro: Hélio de la Peña, Jeferson De e L.G. Bayão
Produção: Clélia Bessa
Produção Executiva: Kiki Garcia
Produtor Associado Cacá Diegues
Direção de Fotografia: Cristiano Conceição
Câmera: Cristiano Conceição
Direção de Arte: Marines Mencio
Figurino: Luciana Buarque
Montagem: Jeferson De
Edição de Som: Ariel Henrique
Direção Musical: BNegão
Produção Musical: BNegão
Produção de Elenco: Athenea Bastos e Vania Ferreira
Empresa Produtora: Raccord Produções
Empresa CoProdutora: Globo Filmes | Riofilme | La Peña Produções | Telecine | Buda Filmes
Empresa Distribuidora: Europa Filmes

Bibliografia

Livros:

PEÑA, Hélio de la. Vai na bola, Glanderson. : Objetiva, 2006.

Internet:

BLOG SILVAN ALVES. http://silvanalves.com.br/site/08/2016/gravacao-do-filme-nacional-correndo-atras-comecou-neste-domingo-e-chama-atencao-na-cidade-de-muriae/. Acessado em: 21 de agosto de 2016.
BLOG SILVAN ALVES. http://silvanalves.com.br/site/08/2016/atencao-para-o-fechamento-de-ruas-em-muriae-durante-as-gravacoes-do-filme-nacional-correndo-atras/. Acessado em: 19 de agosto de 2016.
EXIBIDOR. Correndo atrás. Disponível no endereço: http://www.exibidor.com.br/filme/10947/correndo-atras.html
FACEBOOK. Correndo atrás – O Filme. Disponível no endereço: https://www.facebook.com/correndoatrasofilme/. Acessado em: 07 de setembro de 2016.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Correndo atrás. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/correndo-atras/
RACCORD PRODUÇÕES. http://www.raccord.com.br/
RÁDIO MURIAÉ. http://www.radiomuriae.com.br/noticias/comeam-as-filmagens-do-filme-correndo-atrs-em-muria&17888&cont=nao

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

5 comentários sobre “Correndo atrás (2018)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.