fbpx

Couro de gato (1960)

Filme

Sinopse

Episódio do longa-metragem Cinco Vezes Favela (1963). Às vésperas do carnaval, garotos de uma favela roubam gatos para fabricantes de tamborins. Exercício de realismo lírico, síntese de ficção e documentário, o filme narra o amor de um menino por um angorá e seu dilema ao ter que vender o bichano. O filme ainda conta com as participações de Domingos Oliveira (no elenco e como assistente de direção) e de Milton Gonçalves.

O futuro diretor David Neves assina a assistência de fotografia. Este segmento foi considerado pelo Festival de Clermont-Ferrand, na França, como um dos cem melhores curtas dos últimos tempos e recebeu o Prêmio de Qualidade da Comissão de Auxílio à Indústria Cinematográfica do Rio de Janeiro (CAIC).

Filme de Joaquim Pedro de Andrade.

Elenco

Francisco de Assis
Riva Nimitz
Henrique César
Napoleão Muniz Freire
Cláudio Corrêa e Castro

Domingos Oliveira
Milton Gonçalves

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Couro de gato (1960) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Joaquim Pedro de Andrade
Direção de Fotografia: Mário Carneiro
Produtor: Marcos Farias
Produtora: Saga Filmes
Música: Carlos Lyra

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Couro de gato. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/couro-de-gato/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.