fbpx

Cyro del Nero (1932-2010)

Biografia

Cyro del Nero foi fotógrafo, cinegrafista e professor titular de Cenografia e Indumentária Teatral, na ECA na Universidade de São Paulo. Ao longo de sua carreira, participou de diferentes montagens teatrais, feiras e eventos em todo o mundo.

O cenógrafo trabalhou na TV Record, na TV Excelsior e foi Diretor de Arte da TV Globo, onde fez a abertura do “Fantástico”, e de inúmeras novelas. Reconhecido por ter criado vinhetas e produzido musicais considerados, precursores do clipe, como “Gita” de Raul Seixas. Cyro ganhou o prêmio de “Melhor cenógrafo nacional”, na IV Bienal de Artes Plásticas de São Paulo e também foi professor da Universidade de São Paulo.

Em entrevista ao Estado no final de 2009, ele criticava o fato de sermos “colônia cultural”. “No Brasil existem produções celebradas que são apenas traduções de referências europeias”, ele afirmou à época.

Cyro Del Nero faleceu na madrugada do dia 31 de julho de 2010, em São Paulo, aos 78 anos. Cyro morreu no Instituto do Coração (InCor) de São Paulo, de insuficiência coronariana.

Conheça o Blog do Cyro e se delicie com o fascinante mundo do teatro.

Livros Publicados

DEL NERO, Cyro. Cenografia: uma breve visita. São Paulo: Claridade, 2010.

DEL NERO, Cyro. Máquina para os Deuses: anotações de um cenógrafo e o discurso da cenografia. São Paulo: Senac, 2009.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.