fbpx

David França Mendes

Biografia

Uma viagem de pesquisa para um roteiro acabou se transformando no seu primeiro longa-metragem, o documentário 2000 Nordestes, co-dirigido por Vicente Amorim, realizado em vídeo digital.

Carioca nascido em 1962, David foi um dos fundadores do Estação Botafogo. Fez parte do grupo que transformou o antigo cinema Capri numa sala de exibição alternativa. Editou o jornal Tabu, distribuído entre os cinéfilos que freqüentavam o Cineclube Estação Botafogo. Formou-se em jornalismo pela UFRJ e escreveu críticas de cinema e resenhas literárias para o Jornal do Brasil e a Folha de S. Paulo.

A partir do final dos anos 80, passou à prática cinematográfica escrevendo roteiros e dirigindo curtas-metragens, como Vaidade (1990) e O curinga (1993), ambos em co-direção com Vicente Amorim, e Lona (1991), co-dirigido com Vicente Amorim e Gustavo Cascon, além de documentários para a TV. Escreveu o roteiro de O caminho das nuvens, dirigido por Vicente Amorim, um dos três finalistas do concurso de roteiros NHK-Sundance Latin América, e Irmãos de Fé, de Moacyr Góes.

Entre 2001 e 2003, dirigiu a produtora Tibet Filme, sediada no Rio de Janeiro. Seu projeto Saara ganhou, em 2003, o prêmio do Concurso de Desenvolvimento de Roteiros do MinC. Em 2007, trabalhou no roteiro de Corações Sujos (2011), mais um projeto em parceria com Vicente Amorim e em 2009 lançou o longa-metragem Um romance de geração, adaptação do romance de Sérgio Santana.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2009 :: Um romance de geração
2000 :: 2000 Nordestes
1993 :: O curinga
1990 :: Vaidade!

:: Filmografia como Roteirista ::

2011 :: Corações Sujos
2004 :: Irmãos de Fé
2003 :: Dom
2003 :: O caminho das nuvens
2000 :: 2000 Nordestes
1993 :: O curinga
1991 :: Lona
1990 :: Vaidade!

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.