fbpx

Deborah Secco

Biografia

Deborah Fialho Secco é uma atriz brasileira. Nascida no Rio de Janeiro, no dia 26 de novembro de 1979, Deborah Secco iniciou sua carreira na televisão aos oito anos de idade.

Deborah nasceu em uma família de classe média baixa, filha de Sílvia Regina Fialho, dona-de-casa, e de Ricardo Secco, professor de matemática, e tem dois irmãos, Ricardo e Bárbara.

Aos 8 anos de idade, estreou na TV fazendo publicidade; aos 10 anos, encenou seu primeiro espetáculo, Brincando de Era uma Vez; e, aos 11 anos, atuou em sua primeira novela, Mico Preto, da Rede Globo. Pelos próximos quatro anos, dedicaria-se ao teatro, e, faria participações especiais em seriados e minisséries da Globo.

Enquanto atuou em peças, como Sapatinhos Vermelhos, que lhe rendeu a indicação ao Prêmio Coca Cola de Teatro, na categoria de Melhor Atriz Revelação, na televisão participou dos episódios “Tabu” e “Mamãe Coragem”, do programa Você Decide, além do especial infantil da Escolinha do Professor Raimundo, em comemoração ao Dia das Crianças, ambos em 1992. Em seguida, fez uma participação especial na minissérie Contos de Verão e esteve na montagem da peça O Soldadinho de Chumbo. Depois, encenou A Roupa Nova do Imperador, de 1994, quando transferiu-se para a TV Cultura, onde protagonizou o seriado Confissões de Adolescente, na pele da esperta Carol, trabalho que a catapultou para a fama, lhe garantiu fama e reconhecimento, e lhe valeu o Prêmio da APCA na categoria de Atriz Revelação.

Em 1995, retornou à Globo, onde permanece até os dias atuais com contrato exclusivo de artista do primeiro escalão, e atuou em sua primeira novela do horário nobre, A Próxima Vítima. Em 1996 encarnou a espivitada Bárbara da novela Vira-Lata, que durante boa parte da trama faz-se passar por menino, atendendo pelo nome de Tatu. Posteriormente, despontou na novela Zazá, como Dora, neta da protagonista vivida por Fernanda Montenegro, e, em 1998, atuou em sua primeira novela das seis, Era Uma Vez, como Emília, garota travessa que mora no interior.

Em 1999, participou da novela Suave Veneno, como a maria-chuteira Marina. Devido ao grande sucesso de sua personagem, que exbanjava sensualidade e beleza, posou pela primeira vez para a edição brasileira da revista Playboy, na edição de aniversário de 24 anos da revista, em agosto daquele ano.

Em 2000, viveu a sua primeira vilã em novelas, a Íris de Laços de Família. A personagem a consagrou no horário nobre, acarretando assim, uma imensidão de fãs e admiradores por seu trabalho, muito elogiado pela crítica, até então, em todo o território nacional.[carece de fontes] Devido ao enorme sucesso de sua última atuação, em 2001, ganhou sua primeira protagonista em novelas, a Cecília, de A Padroeira. No mesmo ano, se divorciou do diretor Rogério Gomes, com quem era casada desde 1997.

Em 2002, viveu novamente uma vilã na TV, porém diferente da outra, a vampira Lara, papel que interpretou na novela O Beijo do Vampiro, é cômica e atrapalhada. Naquele ano, a mesma foi eleita a personagem de novelas mais querida pelos telespectadores. Por conta do grande apelo sensual e do grande destaque na novela por conta do sucesso de Lara, estampou a capa da Playboy na edição de aniversário de 27 anos da revista, em agosto daquele ano.

Em 2003, integrou o elenco da novela Celebridade, na pele de Darlene Sampaio, garota engraçada e sensual, que tinha como objetivo a fama a qualquer custo e aparecer em capas de revistas. Em 2005 encarnou a sua primeira protagonista do horário nobre, a sonhadora Sol de América, uma mulher que tem como objetivo ganhar a vida nos Estados Unidos, mesmo que seja como imigrante ilegal.

No ano seguinte, participou do quadro Dança no Gelo, do programa Domingão do Faustão, ficando em terceiro lugar. Na metade desse quadro, fraturou duas costelas. Ainda neste ano, interpretou a sua terceira protagonista e ao mesmo tempo sua terceira vilã, a perversa Elizabeth, de Pé na Jaca. Em 2007, fez uma participação especial na novela Paraíso Tropical, como a prostituta Betina, amiga da vilã Bebel, de Camila Pitanga, que aparece somente para atrapalhar o casamento do vilão Olavo, de Wagner Moura, com Alice, de Guilhermina Guinle.

Em 2008, co-protagonizou a novela A Favorita, onde viveu a retirante ambiciosa e dissimulada Maria do Céu, moça de origem humilde que não aceita sua condição e faz de tudo para subir na vida. Depois de ser muito criticada em suas duas últimas atuações em novelas, foi bastante elogiada durante seu trabalho nesta novela.

Depois de dois anos morando juntos, no dia 6 de junho de 2009 casou-se com o jogador de futebol Roger Flores em Itaipava, região serrana do Rio de Janeiro, em uma cerimônia discreta. O casal se separou em março de 2010, porém reataram algum tempo depois.

Em 4 de março de 2010, a Folha Online publicou um artigo a respeito de uma denúncia do Ministério Público do Brasil, acusando Deborah Secco e outras 86 pessoas por improbidade administrativa. A denúncia, acatada pelo juíz do estado do Rio de Janeiro, descreve irregularidades na participação de Deborah Secco em propagandas dos governos de Anthony e Rosinha Garotinho, com os quais cinco familiares de Deborah teriam se envolvido para, segundo a denúncia, se apropriar irregularmente de dinheiro público. Segundo o jornal O Globo, a denúncia indica que contas bancárias de Deborah Secco receberam pelo menos 158 mil reais em recursos públicos desviados num esquema comandado por seu pai. Segundo a defesa da atriz, Deborah Secco, os dois irmãos e a mãe foram usados pelo pai dela, o empresário Ricardo Ribeiro Secco, como “laranjas”, sem seu consentimento; eles afirmaram não ter conhecimento das contas bancárias para onde foram desviados R$ 894 mil do golpe. Deborah e sua família tiveram todos os bens bloqueados por decisão da justiça.

Apaixonada por cinema, atuou em diversos filmes, entre eles, protagonizou o longa Bruna Surfistinha – O Filme, baseado no livro O doce veneno do Escorpião: o diário de uma garota de programa, escrito por Bruna Surfistinha.

Filmografia

:: Filmografia como Atriz ::

2018 :: Mulheres Alteradas
2015 :: Entrando numa roubada
2015 :: Sorria, Você está sendo filmado
2013 :: Boa Sorte
2011 :: Bruna Surfistinha – O Filme
2004 :: Meu Tio Matou um Cara
2004 :: A Cartomante
2004 :: Tudo Isso é Fado
2003 :: Casseta & Planeta: A Taça do Mundo É Nossa
2002 :: Xuxa e os Duendes 2 – No Caminho das Fadas
2001 :: Caramuru – A Invenção do Brasil
2000 :: Um Anjo Trapalhão

:: Filmografia como Produtor Associado ::

2015 :: Sorria, Você está sendo filmado

Prêmios

2005 :: Prêmio Contigo de Melhor Atriz Coadjuvante pela atuação em Meu Tio Matou um Cara.

Bibliografia

Fontes de Referência

Periódicos:

BRITO, Diana. Justiça do Rio determina quebra de sigilo e bloqueio de bens do casal Garotinho, Folha Online.

Advogado vai tentar tirar Débora Secco da lista de reús do processo contra Garotinho por improbidade administrativa. Jornal O Globo.

Deborah Secco foi usada como ‘laranja’ pelo pai, diz defesa. Terra Notícias.

JIMENEZ, Keila. Sônia Braga e Daniel Filho voltam à Globo. AdNews. Página visitada em 8 de junho de 2010.

As Cariocas – Alice, A Suicida da Lapa. Globo.com (23 de setembro de 2010).

Deborah Secco de volta aos palcos: atriz estreia em Recife com Mais Uma Vez Amor – Revista Contigo!

Marketing com ou sem celebridade? – Época Negócios. Página visitada em 18 de dezembro de 2008.

Favorita completa: Deborah Secco nua em revista Ego. Página visitada em 18 de dezembro de 2008.

Diário do Grande ABC Diário do Grande ABC. Página visitada em 18 de dezembro de 2008.

Sites na Internet:

http://extra.globo.com/lazer/retratosdavida/posts/2010/04/08/patricinha-mineira-pivo-da-separacao-de-deborah-secco-roger-281862.asp

http://pt.wikipedia.org/wiki/Deborah_Secco – Wikipedia – EUA

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Deborah Secco

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.