fbpx

Democracia em Vertigem (2019)

Trailer

Sinopse

Um alerta em tempos de democracia em crise, o documentário Democracia em Vertigem combina o pessoal e o político para explorar um dos momentos mais dramáticos e turbulentos da História do Brasil.

Neste retrato de um dos períodos mais dramáticos da história do Brasil, o político e o pessoal estão entrelaçados. Através de relatos de seu complexo passado familiar e acesso sem precedentes a líderes do passado e do presente – incluindo os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, a cineasta Petra Costa revisita a complexa trajetória de sua família para tentar entender o país dividido, analisando através da narrativa documental a ascensão e queda desses governantes e a consequente polarização de uma nação.

Petra Costa, cineasta aclamada pelas obras Elena (2012) e Olmo e a Gaivota (2014), assina a produção e conta a história de um ponto de vista pessoal.

Parcialmente financiado e distribuído pela Netflix, o documentário está disponível tanto pela plataforma de streaming quanto em salas de cinema no mercado dos Estados Unidos. No Brasil, o filme foi lançado no dia 19 de junho de 2019 através da Netflix Brasil.

No dia 27 do mesmo mês, o jornal New York Times divulgou uma lista parcial dos melhores filmes do ano e, nela, o Democracia em Vertigem foi incluído como um dos longas selecionados. De acordo com o jornal americano, o filme analisa a política brasileira – dois presidentes recentes em desgraça, o atual inclinando ao autoritarismo – a partir do ponto de vista indignado da cineasta Petra Costa.

A lista também cita um trecho da crítica assinada pelo jornalista A.O. Scott. Para ele, o documentário brasileiro é uma crônica da traição cívica e do abuso de poder, e também da mágoa.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Democracia em Vertigem (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Petra Costa
Roteiro: Petra Costa
Co-roteiristas: Carol Pires, David Barker e Moara Passoni
Colaboração de roteiro: Antonia Pellegrino, Virginia Primo e Daniela Capelato
Produção: Petra Costa
Produção Executiva: Joanna Natasegara, Shane Boris e Tiago Pavan
Diretor de fotografia: João Atala
Diretor de fotografia, imagens exclusivas: Ricardo Stuckert
Montadores: Karen Harley, Tina Baz, Jordana Berg, David Barker, Joaquim Castro e Felipe Lacerda

Bibliografia

Livros:

Periódicos:

COELHO, Tiago. Memória Desarmada – diretora de Democracia em Vertigem retira armas de foto histórica e abre discussão sobre alteração de imagens em documentários. Revista Piauí. Disponível no endereço: https://piaui.folha.uol.com.br/memoria-desarmada/. Acesso em: 30 de julho de 2019.

Internet:

DEMOCRACIA EM VERTIGEM – SITE OFICIAL. Disponível no endereço: http://democraciaemvertigem.com/
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Democracia em Vertigem. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/democracia-em-vertigem/
JORNAL DO BRASIL. New York Times inclui ‘Democracia em Vertigem’ em lista de melhores do ano. Disponível no endereço: https://www.jb.com.br/cultura/2019/06/1007128-new-york-times-inclui–democracia-em-vertigem–em-lista-de-melhores-do-ano.html. Acesso em: 27 de junho de 2019.
JORNAL DO BRASIL. Petra Costa adultera foto e exclui armas em cena de ‘Democracia em Vertigem’. Disponível no endereço: https://www.jb.com.br/cultura/2019/07/1012093-petra-costa-adultera-foto-e-exclui-armas-em-cena-de–democracia-em-vertigem.html. Acesso em: 30 de julho de 2019.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.