fbpx

Depende de mim (1962)

Sinopse

As atividades dos trabalhadores de diversas categorias como, pedreiros, tintureiros, sapateiros, carpinteiros, aeronautas, agricultores, e outros, demonstrando que do voto de todos depende a manutenção da democracia, da liberdade e a defesa das tradições cristãs.

De duração bastante para mostrar aos olhos dos incrédulos e à mente dos esquecidos o que seja a nação em que as liberdades essenciais foram abolidas (…) sob a opressão dos chamados regimes de força. (Folha de São Paulo, 08.09.1962)

Sobre o espezinhamento da dignidade dos povos sob a opressão dos chamados ‘regimes de força’. (Jornal do Dia, 25.09.1962)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Depende de mim (1962) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jean Manzon
Produção: Jean Manzon
Companhias Produtoras: Jean Manzon Films S.A. | Atlântida Empresa Cinematográfica do Brasil S.A.
Companhia Distribuidora: U.C.B. – União Cinematográfica Brasileira S.A.

Bibliografia

Internet:

.

Fontes utilizadas:
CENS/IV
CENS/I
Folha de S. Paulo, 08.09.1962
Jornal do Dia, 25.09.1962

Observações:
CENS/I indica: 280 metros; 25 cópias censuradas. Aponta, também, 25 cópias censuradas em 01.08.1963.
CENS/IV indica: proprietário Jean Manzon Films S.A. Validade da censura até 09.08.1967, 30 cópias censuradas. Boa qualidade. Fichado no Serviço de Cinema da Divisão de Diversões Públicas em 30.08.1962. Em observações aponta: educativo cívico.
Folha de São Paulo de 08.09.1962 indica: em exibição, mas não informa o local.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.