fbpx

Didier A. Hamza

Dezsõ Ákos Hamza, em arte também conhecido como Didier A. Hamza (ou ainda D.A. Hamza), foi um cineasta e artista plástico nascido na cidade de Hódmezõvásárhely, na Hungria, no dia 01 de setembro de 1903.

Amava desenhar e pintar desde a escola primária, quando decidiu ser artista. Formou-se como professor de desenho. No início da vida adulta, trabalhou como jornalista, muitas vezes no exterior. Em Paris, veio a trabalhar como assistente de direção, quando conheceu R. Clair.

Na Hungria, ele fundou uma fábrica de filmes em 1938. Inicialmente, foi gerente de produção e aprendeu a dirigir. Mostrou seus conhecimentos em 1940, quando lançou Gyurkovics fiúk (1940) foi seu primeiro filme.

Em 1945, ele foi contratado como co-gerente na fábrica de filmes Mafirt. Começou a produzir noticiários para o cinema.

No final dos anos 40 mudou-se para a Itália, onde viveu cerca de 15 anos e pintou muito.

Em 1956, mudou-se para o Brasil para trabalhar nos estúdios da Cia. Cinematográfica Maristela, dirigindo o longa Quem Matou Anabela?.

Após a carreira de cineasta, também se dedicou às artes plásticas (pintura e escultura) voltando, finalmente, para a Hungria.

Faleceu na cidade Jászberény, na Hungria no dia 16 de maio de 1993.

Filmografia

1956 :: Quem Matou Anabela?
1946 :: Egy fiúnak a fele (1946)
1945 :: Kommunisták Budapestért (1945)
1944 :: Szerelmes szívek (1944)
1944 :: Ez történt Budapesten (1944)
1944 :: Ördöglovas (1944)
1943 :: Külvárosi örszoba
1943 :: Ragaszkodom a szerelemhez
1943 :: Egy szoknya, egy nadrág
1943 :: A láp virága
1942 :: Annamária
1942 :: Szíriusz
1942 :: Bünös vagyok!
1941 :: Gyurkovics fiúk

Bibliografia

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Didier A. Hamza. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/didier-a-hamza/
IMDB. Disponível no endereço: https://www.imdb.com/name/nm0359119/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.