fbpx

Dois na Lona (1968)

Sinopse

As lutas de vale-tudo estão no auge da popularidade no país. Ao assistir uma briga em um parque, o empresário do lutador campeão, o feroz Lobo, resolve convidar um pobre mecânico para uma luta teste. Esse novato, com a ajuda de seu amigo atrapalhado, de um menino esperto e das namoradas, se torna a nova sensação e acaba por decidir o cinturão da categoria com Lobo, que não está disposto a perder o título e o dinheiro de apostas ilegais da quadrilha que ele comanda.

Os amigos Renato e Ted, são mecânicos humildes que namoram duas primas ricas. Bom de luta, Ted é convidado por um empresário de luta livre a entrear no campeonato. Com o objetivo de manipular os resultados da luta final, controladores de apostas sequestram a namorada de Ted, mas no último instante ela é salva pelo amigo atrapalhado.

Dois na lona é um filme brasileiro de 1968 dirigido por Carlos Alberto de Souza Barros e estrelado pelos Trapalhões da primeira formação, com Renato Aragão e Ted Boy Marino.

Elenco

Renato Aragão
Ted Boy Marino
Annabella
Suely Franco
Leila Santos
Milton Vilar
Roberto Guilherme
Carlos Koppa
Nanai
João Carlos
Pedro Pimenta
Antônio Victor
Nice Santos
Carlos Alberto de Souza Barros

Ficha Técnica

Direção: Carlos Alberto de Souza Barros

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Dois na Lona (1968)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.